O Blog destinado a uma tribo com espírito aventureiro, que aprecia as estrelas do céu mais que as do hotel

.

CouchSurfing: Já ouviu falar?

CouchSurfing: Já ouviu falar?

Oi pessoal,

Couchsurfing (CS). Já ouviram falar?
Eu tinha visto alguns colegas da blogosfera paraticando esta modalidade de hospedagem, mas eu só me senti a vontade para escrever sobre o tema quando pude experimentar .
Bem..Para quem nunca ouviu falar, Couchsurfing , traduzido literalmente significa “surfando no sofá”. Em linhas bem gerais, trata-se de uma comunidade de viajantes (ou não) que disponibilizam seus sofás (colchões ou qualquer espaço “dormível” de sua casa) para receber outros viajantes do mundo, sem ganhar nenhum centavo com isso. Apenas a experiência de interagir, conhecer gente e cultura diferente. A contrapartida é que ao viajar para qualquer parte deste planeta, você também poderá contar com a sorte de ter um sofazinho a disposição! ;-)
Se ao ler a breve explicação acima, seu primeiro pensamento foi : “ que bacana!” ou ao menos “interessante…queria mais informações” você é um forte candidato a começar o seu surf alternativo e poderá entender melhor as regras aqui : https://www.couchsurfing.org/n/how-it-works
Por outro lado, se o seu primeiro pensamento foi “mas o que eu ganho com isso?” ou qualquer coisa relacionada “mas eu vou ter que dormir no sofá?”, acho que a modalidade pode não ser tão atrativa para o seu perfil de viajante.
Como vocês sabem eu sou muito curiosa e além disso estou sempre em busca de oportunidades para estreitar meu relacionamneto com o mundo, portanto quando me interei do que era o Couchsurfing, rapidinho fiz meu cadastro e já tentei arrumar um sofá para a viagem que vou fazer a São Francisco em Março de 2014. Para minha surpresa (e com alguma sorte!) meu primeiro pedido foi aceito de cara! ;-)
Fiquei tão animada com a receptividade que o meu futuro host me respondeu, que decidi disponibilizar também o meu sofá e no mesmo dia já recebi alguns pedidos.
Assim posso contar para vocês que em 1 mês inscrita no CS acumulei como experiência:
– A vinda de um turco de Istambul que já tinha hospedagem em São Paulo, porque vinha a negócios, mas queria a companhia de alguém para apresentar alguns pontos turísticos. Eu estava trabalhando e portanto pude contribuir apenas com uma amostra da noite paulistana. Acho que ele gostou, porque me recomendou bem lá na comunidade. 
– Surfei no sofá de um “carioca manero” por 4 dias para viver a maior festa de Reveillon do mundo na praia de Copacabana n a cidade do Rio de Janeiro e o que posso compartilhar com vocês é que eu trouxe de volta na bagagem não somente a experiência de conhecer a Cidade Maravilhosa, que merecidamente recebe este nome, mas queridos amigos !

Virada do ano na praia de Copacabana com Couchsurfers

Virada do ano na praia de Copacabana com Couchsurfers

– E esta semana, acabei recebendo efetivamente no meu sofá um italiano que viajava sozinho e queria conhecer um pouco sobre São Paulo. Fizemos uma programação intensiva misturando pontos turísticos e coisas que eu achava interessante apresentar sob meu ponto de vista de moradora local. Acho que o resultado foi bom, pois meu guest também me recomendou bem no site do Couchsurfing  e igualmente pudemos nos tornar bons amigos!

Lorenzo foi o primeiro couchsurfer que recebi em casa.

Lorenzo foi o primeiro couchsurfer que recebi em casa.

E assim as coisas funcionam por lá : depois da experiência, tanto quem hospedou como quem foi hospedado deve fazer a sua recomendação. E como em qualquer comunidade, você pode ter uma boa ou má reputação que , provavelmente, será balizador de suas próximas interações. Naturalmente, pessoas mais bem recomendadas serão mais bem aceitas para surfar e serão, também, mais procuradas para receber viajantes em sua casa.
O intercâmbio de conhecimento é intenso e a aproximação de culturas diferentes inevitável . Claro que além disso, devemos ponderar a questão econômica, afinal você não deve pagar ou receber nenhum valor por esta troca. Não acho (e não recomendo, mesmo!) que este quesito seja determinante para que você opte pelo CS, até porque não existe dinheiro que pague a tranquilidade de fazer uma viagem de acordo com seu perfil. Mas dá para economizar uma boa grana…
E para quem está se perguntando : “você não tem medo?” ou “isso não é perigoso?” , a minha resposta será : depende!
Qualquer um pode se cadastrar na comunidade, porém eu tomei o cuidado de pedir sofá somente aqueles que já possuem recomendação de outros viajantes (quanto mais, melhor!) e da mesma maneira aceito pessoas somente que tenham alguma recomendação (positiva, claro!). No entanto, reforço que este é um critério utilizado por mim, mas não precisar ser este o seu…
Em um mundo de rede sociais, hoje é bastante fácil conhecer sobre as preferências pessoais de alguém através do Facebook, Instagram, Foursquare, Linkedin. Além disso, você pode ser bastante detalhista a respeito de atitudes que você tolera ou não dentro do seu espaço, da mesma maneira que você deverá estar atento às recomedações daquele que te hospedará.
Preceber todos estes detalhes fazem com que a experiência seja muito mais tranquila!!!!

8 Comentários

  1. Oi, Lidiane! Quanto tempo não dou uma passadinha aqui! Já conhecia esta modalidade de viagem, mas não conhecia alguém que já tivesse feito. Muito legal ler sobre a sua experiência! Acho este jeito de viajar super interessante, mas não tem nada a ver com meu perfil, risos! Beijos e ótimo 2014 para você! :-)

  2. E ai Lidiane, outra que não passava por aqui há um tempinho. Como a Aninha disse ai em cima, também não é meu perfil, mas adoro ler a respeito das novidades e especialmente acerca das experiências diferentes dos amigos. Tenho lido comentários mega favoráveis e as mesmas recomendações. Quando digo que não é meu perfil, não tem nem relação com luxo, etc, é mais uma coisa de timidez, mesmo – eu e a Aninha somos mega tímidas (já trocamos essa informação, inclusive)!!Qdo me perguntarem, mandarei darem uma passadinha por essa Casa. Abraços!

    • Paula e Aninha,

      É um prestígio tê-las por aqui…! :-)
      Realmente para quem é um piuco mais reservado a modalidade pode não agradar, mas como eu estou muitop acostumada a hostel e tenho imensa curiosidade de conhecer gente e outras opcões , acabei me dando muito bem!

      Fico feliz que tenham comentado e estejam sempre por aqui.

      Um beijo enorme e obrigada mais uma vez!

  3. A comunidade do Couch Surfing é muito grande e com muita gente bacana, gente que vale a pena mesmo conhecer, enriquecem a viagem e suas amizades.

    Vivi 6 meses no Canadá praticamente apenas em casas de membros do CS. Conto minha estória lá no blog:
    http://muitaviagem.com.br/morar-no-canada-6-meses-sem-pagar-hospedagem/

  4. Olá Lidiane!

    Parabéns pelo blog. Ele me foi muito últil em uma viagem que fiz para o México há 1 ano…

    Enfim, eu estou fazendo uma pesquisa para o meu TCC com o objetivo de mensurar a relevância dos blogs de viagem para o público backpacker. Já divulguei o link no mochileiros.com e agora estou partindo para os blogs e instagram de viajantes mochileiros..

    Bom, abaixo segue o link da meu questionario (é bem pequeno e multipla escolha ;-) caso você e outros mochileiros que por aqui passem desejem participar.

    Link: https://docs.google.com/forms/d/1YnRdLoO27FFgIGlNeAfcPzYj_P9yFVAFNtu03EVMv_c/viewform?usp=send_form

    Desculpe “invadir seu espaço”…

    Super obrigado (e ótimas viagens!)

    Ana Paula

  5. Caramba, amei a proposta do site!! Aguardo ansiosamente por novos posts hehe!!

Trackbacks/Pingbacks

  1. O Rio de Janeiro...Aquele Abraço! - Viajando com pouco - […] Este é o quesito que mais pode encarecer sua viagem ao RJ. Até os hostel, que sempre aparecem como os …

e você o que acha disso? Lidiane Spinola

.