O Blog destinado a uma tribo com espírito aventureiro, que aprecia as estrelas do céu mais que as do hotel

.

Dicas para arrumar malas : Conheça 10 passos que te ajudarão nesta missão!

Dicas para arrumar malas : Conheça 10 passos que te ajudarão nesta missão!

Mais um feriado se aproxima e é hora de arrumar as malas!

Pior do que fazer mala é desfazê-la , fala a verdade?

Mas estamos aqui para que a bagagem continue sendo um detalhe de viagem e não passe  a ser protagonista de problemas. Uma bagagem mal dimensionada, pode comprometer ( e muito) seus planos.

Digo isso por exepriência própria! Imaginem que eu fui fazer um mochilão de 20 dias para Bahia com uma “mochila” pesando 18 kilos!!! Não preciso dizer que eu sofri deveras com todo e qualquer traslado…Ao final da viagem eu já não tinha vontade explorar mais nada! Estava exausta e só de pensar em pegar aquele “container” (cujo conteúdo eu não usei a metade!) , minha pressão ia para o dedo do pé! Terrível!

Agora pensem comigo: Um mochilão para Bahia, qual a chance de você usar uma calça jeans? Um sapato de salto? Um camisa?

Pode parecer elementar para um viajante habitual, porém para quem está começcando a cair na estrada agora ou o faz com pouca frequencia, estas dicas podem realmente salvar uma viagem!

 

1 – Escolha a mala certa

A mala certa é a mala bem feita!
Para viagens longas a boa e velha mala com rodinhas são as “campeãs de audiência”, normalmente elas são espaçosas e acondicionam bem um maior volume de bagagem . Entretanto, as rodinhas acabaram trazendo tanta comodidade ao viajante que hoje já existem bolsas menores que contam com o apetrecho.
Para viagens curtas as mochilas ou bolsas de viagem são boas pedidas, permitem uma fácil e rápida locomoção. Além disso, dependendo do tamanho(e peso) não há a necessidade de despachar a mala e ter de enfrentar a chatérrima fila de bagagem.

2-  Organize seu espaço

Inicie forrando a mala com sapatos, nos vãos vá inserindo meias ou alguma outra peça que construa um nivelamento, em seguida coloque as peças mais pesadas como casacos e calças, depois as peças mais leves. Tente manter a superfície mais uniforme possível . Nos vãos que surgem  aproveite para inserir necessaire, acessórios ou lingeries.

3- Identifique o tipo de sua viagem e elimine o excesso

Antes de começar a separar os modelitos, pense o tipo de viagem que vai fazer para não ocupar a mala com roupas e acessórios inúteis. Por exemplo, se você vai fazer um Cruzeiro é provável que sua mala seja mais robusta, porque normalmente há festas temáticas e até de gala, onde você deve estar preparado ( embora haja maneira de faze-la de maneira otimizada). Entretanto se vai fazer uma viagem do tipo ecoturística é bem provável que você não vá nem pensar em salto alto. Elimine este item! Secador, xampu e condicionador são objetos que devem ser ponderados. Se optou por um bom hotel é provável que ele te ofereça tudo isso e assim ganha-se mais espaço na mala!
Planejamento é importante até na hora de arrumar a bagagem!

4- Escolha Roupas Básicas

Ter peças chaves em sua mala vai te permitir ter várias combinações com pouco peso!
Priorize os modelos básicos e versáteis, como por exemplo jeans, blusas de cor neutra para facil combinação e roupas leves.  Abuse de acessórios como cintos, lenços e pachiminas para variar o look e para economizar espaço!  Um blusa básica branca, por exemplo, tem um feito com lenço, outro completamente diferente com um belo colar e um terceiro quando acompanhada de um cardigã.

5 – Viaje com as roupas mais pesadas

Se você vai viajar para algum lugar que é extremamente necessário levar aquele casaco pesadíssimo, viaje com ele na mão. Primeiro porque você ganhará um bom espaço na sua mala e depois porque você pode utilizá-lo no avião que normalmente é bem gelado! O mesmo serve para calças jeans e botas! Se quer levá-los,  que seja no corpo!

6 –  Evite roupas que amassam

Ainda que você vá para algum hotel que forneça ferro para passar roupa, você não vai querer perder horas preciosas de sua viagem fazendo isso, certo? Portanto priorize peças, cujos tecidos não amassem muito e você possa vesti-las sem a necessidade de se expor ao “inimigo”! rs

7- Não trabalhe com hipóteses, apenas com certeza!

Não encha sua bagagem com roupas, sapatos ou acessórios “para alguma eventualidade”. Ao fazer uma mala, devemos trabalhar com a certeza  e jamais partir da possibilidade. Portanto, fora de cogitação levar aquele vestido que você não usa há 3 anos, porque não houve oportunidade! As surpresas e exceções devem ser trabalhadas caso a caso  e já no destino.

8- Utilize sacolas para manter a organização

Fazer mala não é o maior problema, o  problema é retornar! É incrível como as roupas e objetos tem a propriedade de dobrar de tamanho após uma viagem. Eu nunca consegui voltar com uma mala com o mesmo volume que a levei…Invariavelmente ela volta disforme e “socada”. Alguém me ajuda a explicar este fenômeno? haha. De todo modo uma dica bem legal é levar algumas sacolas para separar roupa suja, molhada, lingeries e meias. Esta prática ajuda bastante para este tenso momento de refazer a mala para retornar à origem.

9 – Bagagem de mão

A bagagem de mão, no meu caso, sempre funciona como uma extensão do que não coube na mala! rs. Se você sofre com este mesmo problema, atente-se para o peso. Normalmente as companhias aéreas permitem uma bagagem de mão de até 5kg e mais um volume ( como bolsa, por exemplo). Lembre-se que na bagagem de mão devem ir os objetos mais sensíveis e de valor como : notebook, máquina fotográfica, tablets e etc. Por outro lado, não podem estar a bordo da aeronave em seu poder : objetos pontiagudos ou cortantes, isqueiros, líquidos ( exceto aqueles adquiridos no Free Shop)  ou volumes líquidos com mais de 100 ml, por exemplo perfume, creme hidratante e etc…

10 – Identifique sua mala e use cadeado

Normalmente o peso máximo permitido pelas companhias aéreas de bagagem  é de 23Kgs. Valores superiores a esse são considerados bagagem excessiva e você deve pagar algum valor por ela. Sinceramente? Levar mais de 23 kgs de mala para uma viagem só é concebível se você estiver mudando de país, estado ou cidade, fora isso é completamente insano! Pura falta de planejamento!
Com esta informação reforçada, lembre-se de identificar sua bagagem. Utilize fitas, adesivos, etiquetas, mas dê um jeito de reconhecer a sua mala. Ter a experiência de troca de bagagem é uma das piores coisas que pode te acontecer! Além de dar um trabalho surreal, não é garantido que você receberá seu conteúdo integralmente.
Além disso SEMPRE utilize um cadeado, que embora não garanta a integridade des ua bagagem, dificulta a vida de possíveis ladrões. Há algum tempo percebo um número crescente de pessoas reclamando do fato de ter sua bagagem revirada, produtos furtados e outras situações chatinhas.

Com essas dicas você ganhará tempo e disposição para explorar este mundão que te espera de braços abertos! ;-)

2 Comentários

  1. Muito boas as dicas. Outra coisa que ajuda muito é fazer rolinhos com as roupas pra acondicionar melhor na mala, não amassar e ficar mais fácil de achar a roupa que precisa sem ter que amassar as outras.
    Só enrolá-las mesmo formando uma espécie de tubinho.
    Beijos!

    • Arrumar mala é muito chato! Risos! Já estou melhor neste quesito, mas ainda tenho muito a melhorar!
      Já fiz o que a Fernanda falou, de arrumar (principalmente as blusas e camisas) em rolinhos. É bem útil mesmo!
      Dicas legais, Lidiane!
      Bjs! :-)

Comenta aeeee!

.