O Blog destinado a uma tribo com espírito aventureiro, que aprecia as estrelas do céu mais que as do hotel

.

Cidade do México – A gigante que encanta!

Cidade do México – A gigante que encanta!

Eu não sei se serei capaz de dividir tudo o que vivi no colorido México. Não pelas infinitas cores que exibem nuances  em sua cultura e seu povo, mas pelas infinitas sensações que muitas vezes as palavras não são capazes de traduzir, vou tentar!
Passei  20 dias no país de Frida Kahlo e durante este período conheci algumas cidades : Ciudad de Mexico, Oaxaca, San Cristobal de las Casas, Palenque, Mérida, Tulum e Playa del Carmen..Ufa!

Claro que neste curto período e com uma agenda recheada não pude  explorar minusciosamente cada espaço, mas acho que foi possível desvendar parte deste universo.

Cidade do Mexico

A Cidade do México, DF ( Distrito Federal) como normalmente os mexicanos a chamam, tem alguma similaridade com São Paulo pelo tráfego, arranha céus e por disputar a terceira posição entre as cidades mais populosas do mundo. Mas posso dizer que como paulistana nata, me senti um pouco intimidada com tantas vias rápidas e a dificuldade em me localizar. Aquilo é gigantesco!
Somente a Cidade do México recebe mais turistas por ano do que todo o Brasil. Fiquei impressionada como eles estão anos luz a nossa frente no quesito turismo. Todos os prestadores de serviço que estabeleçam algum contato com o turista  falam Inglês e alguns ainda arriscam um “portunhol” quando sabem que você é brasileiro. Realmente existe uma preocupação muito grande em tratar bem o turista. Eles já despertaram para a importância desta atividade ao desenvolvimento da economia e investem maciçamente em infraestrutura e serviços.

Conto-lhes que para Cidade do México você necessita ao menos 5 dias completos para ver os principais pontos.
A cidade é muito rica em história, atrações e bons restaurantes, há muito o que fazer!
Além disso existem 2 fatores importantes a considerar:

  1. - Altitude – Para quem não está acostumado a viver aos 2000m, este item deve ser considerado já que ficamos mais cansados e indispostos. Assim eu considero difícil longas caminhadas ou mais de um passeio nos 2 primeiros dias.
  2. - Trânsito – O transito é insano! E ainda que você opte pelo metro, que é muito bem distribuído pela cidade, eles estao sempre lotados, o que pode dificultar a locomoção rápida!

Considerem estas dica para seu planejamento! :))

Como chegar na Cidade do México?

Diferentemente da maioria das minhas viagens, esta eu planejei com antecedência. A bem da verdade, eu comprei as passagens antes (7 meses), o roteiro  eu decidi uma semana antes! :-P

Cai na cilada de comprar pela Decolar. Sinceramente não recomendo pela dor de cabeça que me deram com alteração de vôos, sem uma resposta efetiva por parte da equipe.  Mas somente lá eu conseguiria comprar para 2 pessoas (uma amiga ia comigo , mas desistiu a um mês da viagem). Paguei R$ 1.560,00 (mil quinhentos e sessenta reais) na passagem ida e volta.

Viajei pela TAM-LAN  , com escala em Lima , em um vôo cansativo de 12 horas.

Depois de 1h40 entre imigração e bagagem, finalmente ganhava a porta de saída do Aeroporto para entrar no fantástico mundo das grandes civilizações!

A minha viagem deu-se especialmente para reencontrar um amiga-irmã que está vivendo no México, assim eu não explorei como um turista comum a megalópole. O marido dela foi me buscar no aeroporto, depois de 2h30 de trânsito!!!! …Neste momento os meus cabelos já se arrepiavam! Logo eu que sai a de SP buscando tranquilida…rs

Mas a minha dica para quem não tem carona é buscar os taxis credenciados. Eu usei o Yellow Cab quando voltei de Cancun, que prestou um bom serviço e eu paguei 257 pesos mexicanos, algo equivalente a R$ 50,00 (cinquenta reais) até Polanco, bairro que dista cerca de 40 minutos do aeroporto.

Adoraria poder indicar o metrô, mas eu não o utilizei e creio que para um primeiro momento o taxi seja o mais indicado. Contudo, depois que você estiver um pouco mais a vontade e já parcialmente familiarizado com a cidade, acho que pode ser uma ótima opção , porque além de super barato (menos de R$ 1 – um real a viagem), ele abrange grande parte da cidade, chegando ou aproximando-se de grande parte das atrações turísticas.

ATENÇÃO:

Pesquise preços de taxi, ainda que seja em uma cabine colada a outra. As diferenças são enormes! Para vocês terem uma idéia na primeira cabine da Yellow Cab queriam me cobrar $380 pesos mexicanos, a cabine ao lado da mesma companhia me cobrou $257! Absurdo! #ficaadica

ATENÇÃO 2:

Não arrisque-se pegando um taxi fora do aeroporto. Como em qualquer lugar, os preços praticados podem ser melhores, mas você é turista, não conhece a moeda …Grandes chances da sua viagem ficar muuuito cara,não? Além disso, existe a questão da segurança que deve ser muito considerada. O México tem enfrentado grandes problemas relacionados ao narcotráfico, consequentemente a criminalidade aumenta.

Dicas extras:

É necessário ter passaporte e visto para entrar no México. O visto mexicano de turismo ou negócios pode ser obtido eletrônicamente através do Sistema de Autorização Eletrônica (SAE) . Entretanto se você já tiver o Visto Americano você pode entrar no país utilizando-o, sem a necessidade de um visto mexicano. Desde 2011 (se eu não me engano) esta lei está em vigor.
Não é necessário nenhum tipo específico de vacina.
A moeda lá é o Peso Mexicano e a proporção de conversão em Novembro de 2012 era : 1 real brasileiro igual a 6.3 pesos mexicanos. Mas você pode fazer utilizar site de conversão de moedas para ter um câmbio sempre atualizado.
u sugiro que você leve uma quantia em espécie (pode ser dólar e lá você faz a troca em casas oficiais de câmbio) e verifique se o seu banco possui a opção de saque internacional. Em caso positivo, ligue para a central e solicite o desbloqueio desta modalidade durante o período de sua viagem. É muito importante esta autorização, porque ainda que você disponha do serviço, caso não tenha informado o banco, eles manterão a opção bloqueada! Ah! Verifique também as tarifas que serão cobradas por operação, para saber se esta é a melhor alternativa. Caso contrário, vá para a segunda opção abaixo! Outra alternativa muito utilizada são os cartões de crédito pré pago. Você carrega com um valor aqui no Brasil e vai utilizando os créditos, conforme sua necessidade. Geralmente possuem um valor de cambio melhor e não há o IOF cobrado pelos cartões crédito convencionais. E como última alternativa ou para situações de emergência, recomendo os cartões de crédito convencionais . Estes devem possuir bandeira internacional e a vantagem é que são aceitos em qualquer estabelecimento, mas como mencionei anteriormente possuem uma tarifa de 6% sobre o total de valores gastos em moeda estrangeiras, denominado IOF! Um absurdo, eu sei!
O idioma oficial do país é o espanhol. Entretanto no circuito turístico é bem comum encontrar mexicanos que falem Inglês. Já o Português é muito raro, entretanto se falarmos devagar eles nos compreendem bem! :-)
As tomadas no México em sua maioria são 110V e os pinos são aqueles quadradinhos, como da imagem abaixo. Um adaptador custa algo como 6 pesos mexicanos , equivalente a R$ 1 (um real).Padrão de Tomada no Mexico

 

Onde ficar na Cidade do México ?

Como falei anteriormente a minha visita ao México se deu especialmente para visitar minha amiga Helena  e esta (nada modesta..hihi) mora em Polanco, o bairro mais “chiquetérrimo” da cidade! Ali me hospedei (na casa dela) e disfrutei. O lugar é lindo e sensacional!
Já que foi o bairro onde estabeleci maior contato , devo contar-lhes que fiquei encantada com a beleza das ruas arborizadas, a infinidade de restaurantes, requinte de residências e glamour de lojas como Cartier, Louis Vuitton, Tiffany… É o MUST! ;-)
Entretanto, para poder escrever o post e dar uma mão para vocês, pesquisei algumas opções  e a localização mais cotada entre os mochileiros e viajantes econômicos é o Centro, próximo ao Zocalo (Zocalo é o nome dado a toda praça principal no Mexico)  e ao metrô, com fácil acesso às principais atrações turísticas.

Vi excelentes recomendações sobre o Hostel Mundo Jovem Cathedral  da Rede HI que pratica diárias a partir de R$ 18,00 (dezoito reais) em quarto compartilhado. E como uma opção de hotel com um preço médio, tenho boas referências do Hotel Milan que fica próximo ao Metrô Insurgientes e custa cerca de R$ 80 (oitenta reais) a diária.

Se você ainda prefere escolher o seu próprio hostel ou hotel, querendo apenas uma referência de bons bairros com um custo interessante, a minha sugestão é : Centro ou Condesa. O segundo tende a ser mais caro, por supuesto! já que trata-se de  um bairro boemio , similar a Palermo em Buenos Aires e a Vila Madalena em São Paulo.

O que fazer no México ?

Que tópico difícil, porque realmente há muito o que se fazer na megalópole mexicana. Eu arrisco dizer que você pode passar 15 dias por lá com diferentes atividades todos os dias!

Diante desta situação, vou mencionar os lugares que visitei e lugares que deveria ter visitado , mas o pouco tempo não me permitiu.

Como praxe não vou me ater aos detalhes, porque é importante que você descubra e tire suas conclusões a respeito de cada atração. Aqui eu procuro trazer dicas práticas e alguma percepção daquilo que eu vivi.

 

Museu Antropologia

($54 pesos-R$ 8,57)

Museu de Antropologia - Cidade do Mexico

Ainda buscava traçar os principais roteiros da minha viagem, quando me deparei com o sempre presente Viaje na Viagem  de Ricardo Freire. E a frase que me fez ter idéia fixa a respeito deste museu foi : “ Feliz de quem pode fazer doMuseu de Antropologia o seu primeiro passeio no México. O que você aprenderá aqui servirá para entender não só os sítios arqueológicos que vier a visitar depois, como muito da cultura mexicana.”.

Ele realmente sabe o que diz! Além de ter sido um passeio memorável ( acho que foi o melhor museu que eu já visitei…Calma! Não conheço o Louvre, gente!), realmente ele te elucida sobre muitas questões… Eu não sabia por exemplo que ao contrário do que muita gente diz, Teothiuacan era algo a parte dos Astecas e influenciou sobremaneira outras civilizações da Mesoamerica, inclusive os Maias.

Pedra do Sol no Museu de Antropologia - Cidade do Mexico

Uma dica importante é que você escolha previamente o que ver no museu que é enorme! Eu, por exemplo, escolhi a Sala Teotihuacan,  Astecas e Maias somente e sai de lá exausta!

Digo isso , porque se você começa pela pré historia, quando chegar as civilizações pré hispanicas não terá a energia que o conteúdo demanda. #ficaadica

Museu Casa Azul (Frida Kahlo)

($57 pesos-R$ 9,00)

Museu Frida Kahlo - Cidade do Mexico

É o local onde Frida cresceu e depois viveu com o marido Diego Rivera no tradicional bairro de Coyoacan. Para os fãs da artista (e mais sensíveis) é possível estabelecer conexão com seu ambiente e até sentir um pouco da tristeza que permeou a vida da pintora. Para tirar fotos das obras de Frida é necessário pagar um valor mais alto do que a própria entrada da casa!

A dica é que há um Museu chamado Dolores Olmero onde há um acervo muito mais interessante que o da própria Casa Azul.#ficaadica.

Homenagem ao dia dos mortos no museu de Frida Kahlo

Ainda assim, vale muito a visita! E mesmo que o objetivo seja economizar, aviso: contrate um guia!

Museu Casa Leon Trotsky

($42 pesos-R$ 6,70)

Museu Trotsky - Cidade do Mexico

Me surpreendeu muito! Chegue ao Museu e imediatamente peça um guia. Aqui foi o único lugar que eu visitei cujos guias não cobram nada pelas explicações, assim vale a pena separar alguma “propina” (propina em espanhol significa gorjeta). Um detalhe importante é que o guias falam Espanhol ou Ingles, portanto se você não fala nenhum dos dois idiomas, talvez tenha um pouco mais de dificuldade, mas não se desespere! Sugiro que contrate um guia em espanhol, conte que é do Brasil e peça para ele falar “despacito” (devagarinho) . Acho que você acaba entendendo boa parte! ;-)

Eu senti uma energia um pouco pesada logo que entrei no Museu e só depois descobri que ali Trotsky foi apunhalado por um “amigo”, morrendo em seguida no hospital.

Os guias tem uma verdadeira paixão pelo russo e o vendem como um semi-deus! Sugiro alguma literatura acerca do Comunismo e seus adeptos para que cheguem as suas conclusões..Mas confesso que sai um pouco mais apaixonada pela história dos revolucionários. Minha veia bolchevique pulsou mais forte! hahahha

IMPORTANTE: A maioria dos museus no México não funcionam às segundas-feiras (Lunes).

Ciudadela

(Grátis)

Ciudadela - Cidade do Mexico

Se você não for até Oaxaca, cidade no sul do país, sugiro que todas os “regalos” (lembrancinhas) sejam compradas aqui! Ciudadela possui uma infinita variedade de artesanatos de todo o país a preços bem interessantes. Além disso, você vai se impressionar com a quantidade de texturas, cheiros e cores (sempre!) que existe por lá! Vale a pena reservar uma tarde de compras!

Teotihuacan

($58pesos-R$ 9,20)

Piramide do Sol - Totihuacan

Aqui estamos falando de um dos principais (se não o principal) ponto turístico da Cidade do México e um dos mais importantes sítios arqueológicos do planeta! Reconhecido como Patrimônio Historico da Humanidade, as famosas pirâmides impressionam verdadeiramente!

Ao contrário do que muita gente diz, esta civilização era algo a parte dos Astecas e possuia cerca de 125.000 habitantes. Instalou-se na região de San Juan de Teotihuacan, que dista cerca de 40km da Cidade do México. Tinham como sua principal atividade econômica o comércio e influenciou sobremaneira outras civilizações da Mesoamerica.

Ao chegar às Pirâmides, dirija-se à Pirâmide da Lua, esta funcionava como palco de atracões, apresentações e sacrifícios, ao subi-la (reserve fôlego e disposição) você estará no processo de descarrego das más energias! Em seguida, vá a Pirâmide do Sol que funcionará como  a bateria de recarga de boas vibrações! ;)

Dica de economia: ótimo local para comprar prataria! Entretanto, jamais compre na primeira oferta, pechinche até que o desconto chegue a 60 ou 70%!!! E sempre chega! :)) #ficaadica

Nevado de Toluca

(Grátis)

Nevado de Toluca - Mexico

Esta atração não fica na Cidade do México, dista  cerca de 70Km da zona central e está no município de mesmo nome, Toluca.

O Nevado de Toluca abriga um vulcão extinto e figura entre as maiores montanhas do país passando os 4000m aproximadamente. O cansaço e a dor de cabeça típica das altitudes,

costumam dar sinal de vida, mas ao se deparar com o exuberante visual dos lagos, ela deixa de ser protagonista.

Eu  em Nevado de Toluca - Mexico

No mês Dezembro a neve aparece, conferindo uma paisagem diferente da que eu vi, mas não menos encantadora. No entanto, se querem chegar até o alto das montanhas sem contratempos para contemplar o visual nevado, tentem visitar o local em meados de Fevereiro/Março, pois antes disso corre-se o risco de não chegar até o ponto dos lagos pelo excesso de neve! Simplesmente maravilhoso, uma das paisagens mais belas que eu já vi, sem exagero!

Costco

(Grátis)

Este é um passeio bem fora da rota de turistas. Trata-se de um mercado de atacados, que vendem desde suprimentos básicos para a casa como feijão, açucar e etc. até produtos importados a um preço excelente!

Apenas para vocês terem idéia camisas sociais masculinas da Calvin Klein a $350 pesos ou R$ 56,00 (cinquenta e seis reais), um pacote com 2 renovadores e brilho da Moroccan Oil a $60 pesos ou R$ 10,00 (dez reais). Além de coisas típicas como pimenta Tabasco tamanho família a $115 pesos ou R$ 18,00 (dezoito reais), Combo de Tequila Dom Julio (uma das melhores do México) que acompanha uma tequila menor envelhecida a $350 pesos ou R$ 55,00 (cinquenta e cinco reais). Enfim…É possível fazer excelentes compras no Costco, especialmente para guloseimas e bebidas!

Fiquei devendo os seguintes passeios no DF:

Zocalo ( Plaza Constituición) e Museu Templo Mayor

Acredite: Não consegui chegar até lá! O trânsito era tão bizarro que demoramos 2 horas (eu juro que eu não estou exagerando!) para dar UMA volta em UM quarteirão, na tentativa de achar um estacionamento. Estava rolando a “Black Friday” mexicana, chamada Buen Fin e estava humanamente impossível circular de carro na região. Imagina a 25 de Março em período de Natal…Era isso potencializado pelo fluxo absurdo de automóveis.

Enfim…Já tenho um bom motivo para voltar! :-)

Chapultepec

O Parque Chapultepec é gigantesco, bem maior que o nosso Ibirapuera e ali estão os famosos Castelos. Este já era um passeio que eu tinha me proposto a fazer se houvesse tempo, não tive. Mas recomendo a quem tenha mais dias por lá.

Xochimilco

Este sim eu voltei com dor no coração por não ter conhecido!

Xoxchimilco é conhecida como a Veneza Mexicana, tratam-se de canais que cortam o Lago Xochimilco que faz fronteira com Coyoacan, onde você pode alugar um barquinho (trajinera) com serviço de comida e música (Mariachis). “Mexicaníssimo”!

Onde comer no México?

Posso tranquilamente começar este item do post dizendo onde NÃO comer na Cidade do México. hehe
Definitivamente as barraquinhas de taco de rua (que eu tanto sonhei ) não são nada recomendáveis, sob o risco de você comprometer grande parte da sua viagem com intoxicação alimentar. Conheço muita gente que passou mal em seus primeiros dias, já por estranhar o tempero e a “picância”, outras por viver a experiência de comer algo reprovável do ponto de vista sanitário! Portanto, evite! #ficaadica

Tive a sorte de estar com amigos que vivem lá há 2 anos e portanto me indicaram lugares sensacionais! Confesso que um pouco aquém daquilo que estamos acostumados a ver aqui no Viajando com Pouco, mas nada que extrapole os valores de restaurantes razoáveis das grandes capitais brasileiras, com a diferença que estamos falando de lugares TOP!
Como me hospedei em Polanco e lá é uma região riquissima em bares e restaurantes, acabei conhecendo os espaços desta região. De repente esta é um oportunidade para dar umas pernadas no bairro dos “chiques e famosos”  e aproveitar um de seus deliciosos menus…
Viajando com Pouco dando pinta na “high society” …hahahhaha
Escolha um (ou todos!) e delicie-se!

Le Pain Quotidien

Basicamente comida natureba! Mas não subestimem, porque é um espetáculo! Eu pedi um mexido de salmão e camarão que estava simplesmente divino e o suco de limão também é ótimo. Para quem quer continuar mantendo a forma é uma boa pedida! (Não foi o meu caso! rs) . Ah! Existe Le Pain Quotidien aqui em Sampa nos bairros do Itaim e Jardins..Mas aqui é o olho da caraaa!

El Bajio

Este restaurante salvou a minha impressão sobre a comida do México. Sai do Brasil com a convicção de que comida mexicana era a minha favorita, até que eu provei a comida mexicana…No me gustó. O tempero é muito forte, há muita gordura e pouco sal. Não estamos acostumados. Eu acho que eu curto um mexicano mais americanizado.
O restaurante El Bajio serve comidas típicas, mas com um jeitão que estamos mais receptivos. A minha sugestão são as quesadillas e carnitas, além da incrível Margarita de Tamarindo. Deliciosa!

Prego

Restaurante Prego - Cidade do Mexico

Um belíssimo italiano e está entre os melhores que visitei no México. Há um macarrão que se eu não me engano chama-se Spaghetti en la Rueda, onde o macarrão e o molho são colocados dentro de uma peça de parmesão, misturado  e imediatamente servido. Maravilhoso!

Maison Belén

Bistrozinho francês gracioso e estiloso. Os vinhos são servidos em copos diferentes (não são servidos em taça, o que pode soar mal para alguns) e a Sopa de Cebola é um espetáculo!

Brassi

Ambiente bacana para um bate papo. Ficamos na área externa e foi bem agradável, embora a temperatura marcasse uns 16 graus. Não vou opinar sobre pratos, porque aqui fiquei só nos aperitivos. A tábua de queijos é boa, mas não é possível qualificar em sensacional ou ruim, porque queijo é queijo! :-) . Para acompanhar, um bom vinho!

Cluny

Restaurante Cluny - Cidade do Mexico

Este é o único que não fica em Polanco. Fica no bairro de San Angel  e se eu não me engano perto de Coyoacan. O que posso dizer é que foi o meu preferido! Ambiente a meia luz que te leva aos charmosos restaurantes de Paris. No menu, crepes. Escolhi um com temperos Indianos (eu sou mestre em escolher misturas exóticas) e foi de lamber os dedos! Muito bom meeeesmo!

Localização


Exibir mapa ampliado

Uma volta pela Cidade do México

Eu considero a Cidade do México como um destino completo. Disfrute sem moderação! ;-)

 

32 Comentários

  1. SENSACIONAL! Amei o post, lindona! Amei porque você conseguir descrever nossa cidade de um modo realista e, ao mesmo tempo, otimista…. ahahahahhahaha.
    O texto ficou ÓTIMO e to cada dia mais sua fã.
    Te amo, minha irmã.
    Super beijo.

    • Ai vindo de uma (quase) mexicana eu fico ainda mais feliz! Obrigada, amiga por tudo e ppalmente por me permitir descobrir seu novo pais! Mexico querido!

  2. Parabéns pelo excelente post! Seu blog está cada dia mais legal. Abçs

    • Obrigada, Fabiano! Fico feliz que curta o conteúd que é feito com muito cuidado e dedicaçao! sempr epara trazer mais prestaçao de serviços.

  3. Olá Lidiane! Estou programando minhas férias para fev e meus destinos são Cidade do México e Playa del Carmen (ou Cancun, ainda nao sei…). Quero dizer que adorei o post e me ajudou bastante! Tenho só algumas dúvidas: caso eu opte por ficar no Centro, proximo ao Zocalo, é facil ir até Condesa à noite para jantar e curtir? Qual transporte vc indica (metro, taxi.. custoxbeneficio). E como vc foi de Cidade do Mexico até Playa, avião ou onibus? E estando em Playa, vale uma ida a Cancun ou Playa só já é suficiente? Obrigada! e Parabéns!

    • Oi Marina,

      Fico feliz de poder te ajudar! :-)
      Condesa fica a uns 8 ou 9 Km do Zocalo. Durante o dia, talvez, seja possível ir a pé (dependendo da sua disposição), no entanto a noite recomendo qu ev. pegue um taxi, que são bem baratos no México.
      Importantíssimo: Pegue um taxi que o hotel indique ou de pontos credenciados. Tome muito cuidado com taxi de rua! Ouvi algumas histórias sérias de sequestro!
      Eu fui pra Playa de Ônibus, mas porque eu fiz um tour pelo Sul do México e fui parando em várias cidades, mas voltei de avião. Se v. vai direto a região de Quintana Roo, que é onde ficam as cidades caribenhas, avião é minha dica. Em Novembro tinham passagens de ida e volta a R$250.
      Agora não pestaneje: Fique em Playa!!! Se v. está indo sem carro e não está a fim de gastar com aluguel, lá é o ideal. Além de que me parece bem mais aconchegante!
      Cancun é dominado por resortes de luxo e gdes distâncias de uma atração a outra. Playa tem gdes hoteis, mas pousadinhas excelentes!
      E a maioria dos passeios partem de lá. Para ir a Cozumel, por exemplo, basta v. ir caminhando até o porto e pegar ferryboat que em 50m minutos v. atravessa para Ilha. Eu ameeeei a cidadezinha e super recomendo de olhos fechados.
      Eu vou postar esta semana a minha estadia em Playa…Acho qque v. vai se convencer! Fica de olho!

      Beijos e obrigada por deixar recado!

      • linda.. voce sabe como funciona alugueis de carro lá?? se eh muito caro e o que precisa?

  4. Lidi!!!

    O blog esta muitoo legal!
    Os textos estão ótimos e ricos em detalhes!
    Obrigada por compartilhar conosco suas experiências :)

    A-d-o-r-e-i

    bjs
    Pri

  5. Oi Lidiane, oi galera que curte o Viajando com Pouco!
    Queria agradecer aqui pelas informações que li nos seus posts sobre o Mexico, me ajudaram muito durante minha viagem! Deixo tb o link do meu relato, para tb ajudar quem pretende visitar esse país tão mágico!
    http://www.mochileiros.com/mexico-15-dias-e-6-estados-de-df-a-quintana-roo-t85130.html
    Grande abraço!

  6. ¡Hola! ¿Qué tal?

    Adorei as informações que você postou!
    Em outubro irei a Cidade do México, ficarei na casa de uma amiga. Gostaria de saber +- quanto você recomenda que eu leve de $$ para alimentação, passeios e gastos com lembrancinhas… minha viagem será muito curta: chegarei lá 31/10 a noite e retornarei 03/11 a tarde.

    Abraços!

  7. Estamos programando uma viajem em familia para a cidade do México, estava buscando hoteis na zona rosa…vc recomenda???

    • A zona Rosa está muito bem localizada, no entanto é reconhecido como reduto GLS, o que naturalmente acaba ficando um pouco mais movimentada a noite, tendo em vista que rola muita festa por ali. Se não há nenhuma restrição da sua parte com relação a barulho, por exemplo, acho que pode ser bem interessante.

  8. Lidiane, como visitar a D.F y no postar el angel, La virgen de Guadalupe, y plaza Garibaldi jejejeje
    te quedaste en Polanco, debias conocer la Zona Reforma
    y no te olvides, la comida de las calles, no te van a matar
    creo que tus amigos, no son Re nacos como yo jejeje

    • Adriana,
      Gracias por enviarnos tu comentario que por supuesto son muy importante para incrementar las informaciones!
      Estoy de acuerdo que no visitar los puntos que mencionaste fue un grand error , por esto planeo volver pronto a Mexico.
      Espero que sigas con nosotros a ca en blog.

      Un beso!

  9. Morei em Puebla por um ano e tenho esse mesmo amor pelo México. O México que você descobriu e amou, é o verdadeiro. Foge totalmente da ideia de que só existe Cancún e coisas ruins. Amei muito suas resenhas sobre as viagens e bateu uma saudade imensa de todos esses lugares que conheci também! Parabéns pelo blog, seu jeito de escrever e seu olhar sobre tudo.

  10. Gostei do que vi e do que li. Parabens.
    Viajo final de Julh começo de Ago/14 para a Cidade do México com minha esposa a passeio por 17 dias.
    Obrigado pelas dicas. Valeu.
    Abraço
    Getulio Jucá
    Recife-Pe.
    04/05/14

  11. Guriiiiaaaa… amei teu post…

    Estou contando os dias para ir viajar.. México sempre foi meu sonhos… desde sempre.. Mas nunca tive coragem de arrumar as malas e ir.
    Porém, conheci uns mexicanos que fizeram intercambio no Brasil e a saudade deles é demais. Então com coragem ou sem coragem.. mas com muita vontade to indo… passar um mês e teu post me ajudou muito. Obrigada.
    Fiquei superentusiasmada de saber que neva por meados de fevereiro e marco.. que eh quando eu vou…

    beijo beijo!!

  12. Ola galerinha!meu sonho e ir em Mexico ,mais tenho medo,onde eu pego o visto,sou obrigada a ter passaporte? quanto eu devo mais ou menos levar em mãos ja que nao tenho cartão de credito??

  13. Muito bacana Lidiane! Sabe me dizer se no aeroporto da Ciudade de México, eu consico trocar real por peso mexicano? É fácil de encontrar casas de cambio que aceitam real? Estou indo a Cancun em novembro 2014 e meu voo faz escala em Ciudad de México.

  14. Oi Lidiane.
    Gostei muito de suas dicas, estava procurando um local pra viajar e qdo li seu blog me decidi pelo México.
    Estou viajando em maio e fico 10 dias lá, assim gostaria de saber se vc tem ideia de quanto levar em dinheiro, e em que moeda será melhor, para fazer os passeios por vc indicado, e queria saber também se 10 dias é muito tempo na Cidade do México, é possível conhecer algumas praias com um bate e volta (no mesmo dia).
    Outra coisa estou indo com um amigo louco por compras, tem alguma dica de onde ele pode se divertir gastando?

    Bjo

  15. Olá Lidiane! Como muitos, também adorei seu post. Vou para Cidade do México dia 15/09 e retorno dia 27/09. Já vi que é pouco tempo, rs… gostaria de saber se vale a pena ir até Oaxaca e ficar uns 2 dias, pois li o seu outro post e me interessei muito. Um abraço!

  16. Olá Lidiane,

    Muito interessante suas postagens, de todas as que li, e já li muitas, foram as mais significativas. Obrigada e boa viagem sempre!

  17. Oi Lidiane, muito obrigada pelas informações! Eu viajarei ao México no final deste mês e vou ficar na cidade do México por quatro meses! Estou um pouco preocupada com a questão da segurança, o que você sentiu da cidade quanto a isso? Vou ficar hospedada perto da Unam, acho que é universidade autônoma do México, você conhece?

  18. Olá!, amei muito suas dicas, só tenho uma pequena dúvida tou querendo ir no México em fevereiro permanecer lá por até 30 dias vou ficar na casa de uma amiga (que e mexicana), mas gostaria de saber o que que eu devo falar no aeroporto eu acho que eles vão me fazer muitas perguntas primeiramente onde eu vou me hospedar. como faço pra provar pra eles que eu vou me hospedar em casas de amigos e não em hotel….

  19. Muito legal suas dicas!!! amei!!!

    Meu filho é louco pra conhecer a neve, vou agora em fevereiro, dia 04 de fevereiro e retorno dia 19 de fevereiro, será que consigo algum lugar que neva no
    méxico?

    • Você tem muitas possibilidades de encontrar neve perto de Cidade do México em áreas do Nevado de Toluca (75 km da cidade) ou o vulcão Popocatepetl (70 km).

  20. Parabéns pelo post, super válido para quem. Está indo ao México. Cheio de ótimas dicas.

  21. Bom dia Lidiane, adorei suas dicas mas ainda tenho dúvidas. Eu gostaria de conhecer alguns lugares do México como a cidade onde a Frida kahlo nasceu o Museu antropológico a Veneza mexicana,e onde ficar com pouco dinheiro. Vou sozinha é perigoso? Tenho receios. Agradeço desde já.

  22. Olá poderia me fazer indicação de taxistas que fazem serviço de tur pela cidade? se possivel que tenha whatzapp para agilizar o contato?

  23. gostaria de saber se encontro pingentes de ouro de nossa senhora de guadalupe gostaria de comprar um .
    obrigada a

Trackbacks/Pingbacks

  1. Cancun que nada! Playa del Carmen - A "Hippie Chique" do Caribe Mexicano. - Viajando com pouco - [...] contei para vocês , eu programei um tour pelo Sul do México, que teve início na fabulosa  Cidade do …
  2. Oaxaca – O México você encontra aqui! - Viajando com pouco - [...] da Cidade do MéxicoConheça o artigo sobre a Cidade do México do Viajando com Pouco e saiba mais. querendo ver …
  3. Chiapas - O bem misturado México - Viajando com pouco - [...] como vocês sabem venho de uma viagem longa passando pela Cidade do México, Oaxaca e agora Chiapas, tudo de …

Comenta aeeee!

.