O Blog destinado a uma tribo com espírito aventureiro, que aprecia as estrelas do céu mais que as do hotel

.

Marrakech – Marrocos

Marrakech – Marrocos

Quando falamos de Marrocos imediatamente véus, meia luz, sons e toda a magia que envolve os mistérios das 1001 noites invadem o nosso imaginário. São flashs de histórias que fascinam! No entanto, antes de dar sequência a este post que, de fato, traz consigo bastante deste encanto, e também muita surpresa, gostaria de responder algumas das perguntas mais comuns, pois acredito que depois destes esclarecimentos, você poderá aproveitar muito mais o compartilhamento da minha “bagagem pessoal”  :-):

É possível ir ao Marrocos com pouca grana, sim! Ouvia suspiros e comentários : “É meu sonho!”, pois então saiba que ele pode estar bem próximo! Uma semana lá equivale ao mesmo período no nordeste brasileiro! Claro que o maior dificultador são as passagens aéreas, mas vou contar detalhadamente aqui como eu fiz e aí, vocês cairão de costas. Passagens mais baratas que Ponte Aérea Rio – São Paulo! ;-)
É perigoso ir sozinho (a)? O perigo é comum como ir para qualquer lugar do mundo! Fui sozinha e não tive qualquer problema! Não, mesmo! O assédio acontece? Sim e muito! É desrespeitoso? Não! Portanto, especialmente, as mulheres serão bastante paqueradas, mas não presenciei qualquer situação que tenha passado de elogios e nenhum contato físico.Creio que parte do comportamento esteja relacionado ao papel fundamental que a religião muçulmana exerce na sociedade.
Segurança também é uma questão que me parece bastante controlada por lá. Ouvi alguma coisa a respeito de batedores de carteira, furto de celulares e câmeras fotográficas. Mas leia-se furto. Não existe registro de assalto, ou seja nada a mão armada. O que pode acontecer é você se distrair no movimento e quando se dá conta algum de seus pertences tenha desaparecido. Portanto atenção é bem-vinda!
Acho que depois de termos estes três pontos esclarecidos,você já se sente mais a vontade para seguir com o post, certo? Então siga em frente para conhecer, talvez, uma das mais exóticas experiências de viagem que tive e que desejo de verdade que você possa escrever a sua!

Sobre o Marrocos

Acho que a magia que existe sobre este país inicia-se a partir das diferenças contudentes que existem, quando o comparamos aos países mais ocidentais, cuja cultura nos são mais familiares.
Marrocos localiza-se ao Norte da Africa e está coladinho com a Espanha, separados pelo famoso Estreito de Gibraltar, que está ao mesmo tempo no Mar Mediterrâneo e Oceano Atlântico. Pensando geograficamente já é algo bastante diferente, não?
País governado pelo Rei Mohammed VI sob regime monárquico, onde a língua oficial é o árabe, mas quase todo mundo fala francês. O inglês é comum, mas não é regra e o espanhol, pelo menos em Marrakech e Saara, é raro, mas acontece.

DIRHAM é a moeda marroquina e a equivalência é de 1 EURO igual 11 DIRHAMs em Março de 2013. A esmagadora maioria da população é adepta a religião muçulmana.

Portanto, diante deste panorama, se me permitem uma dica fundamental para que você mergulhe e se entregue a esta experiência: Vá com o coração aberto, a mente limpa e o espirito livre!

Como chegar ao Marrocos-Marrakech:

Como eu contei algumas linhas acima, viajar para o Marrocos pode ser bem mais econômico do que você imagina.
A idéia surgiu de um bate papo com uma amiga do trabalho, que sempre funciona meio que como uma guru de viagens. Ana sempre me dá as melhores idéias, pois me conhece bem e sabe o tipo de viagem que eu gosto…Talvez porque neste sentido sejamos parecidas! Obrigada, Aninha! :-)
E neste caso não foi diferente.
Tinha decidido ir à Espanha e quando comentei com ela, me incentivou: “Por que não vai até o Marrocos?”
Confesso que o mapa não estava tão claro na minha cabeça sobre a proximidade e quando me dei conta, decidi em menos de meia hora que iria para lá!
Bem, as passagens para a Espanha já estavam compradas, portanto eu tinha apenas que buscar passagens para Marrakech que eu tinha decidido como destino.
O site que utilizei para a busca das compnhias Low Cost, que operam na Europa a ótimos preços, mas não oferecem nem um copo d’água grátis, foi o Skyscanner e me ajudou bastante. A Ryanair era a companhia que tinha o melhor preço : R$ 100,00 (Cem reais!!!!). Eu não podia acreditar que ir da Espanha ao Marrocos poderia ser mais barato do que ir de São Paulo ao Rio de Janeiro!
A passagem total ficou em R$ 171 (cento e setenta e um reais), porque como eu mencionei estas companhias só faltam cobrar por m³ respirado e como eu tinha uma bagagem de mais de 15 Kg comigo, tive de pagar uma taxa de aproximadamente R$ 70 (setenta reais) para despachá-la e neste quesito fiquei p da vida. Quase o valor da passagem pela bagagem?

Mas deve ser assim que eles conseguem permanecer competitivos e sobreviventes ao mercado.
Portanto, #dicadeeconomia: Se vai viajar por companhias low cost, economize muito na bagagem, para que a passagem continue sendo vantajosa!
O retorno de Marrakech a Madrid saiu por volta de R$190,00 (cento e noventa reais) já com a bagagem inclusa. Mais caro, porque demorei mais de uma semana para decidir se voltaria a Madrid ou se iria a Barcelona.
Vale lembrar que ainda que você compre a passagem pelo site da Ryanair no Brasil e em português, os valores serão cobrados de acordo com a moeda do país de origem do seu vôo. Sendo assim paguei 59.15 EUR (Euros) pela passagem de ida e 805 MAD (Dirhams) pela passagem de volta.

Onde ficar no Marrocos-Marrakech:

Marrocos tem várias cidades turísticas : Fes, Casablanca, Essaouira, Tanger, RabatRabat, Rabate, Rabá, ou Rebate (em árabe: الرباط; transl.: Ar-Ribāṭ) é a capital de Marrocos. Localiza-se na costa do Atlântico. Tem cerca de 1,7 milhões de habitantes. A cidade foi fundada em 1150 pelo sultão almóada Abd al-Mu'min, que ali construiu uma fortaleza, uma mesquita e uma residência. Tornou-se cidade imperial em 1660 e foi a capital do protetorado francês de Marrocos entre 1912 e 1956. (capital), Meknes que são até muito mais tradicionais do ponto de vista da conservação dos costumes. Mas meu tempo era escasso, tinha apenas 6 dias no país, portanto escolhi aquela que sempre foi a cidade que me despertou curiosidade desde que a ouvi ser cantada por Caetano em uma das minhas canções preferidas: “ Esse papo já tá qualquer coisa. Você já tá pra lá de Marrakech. Mexe Qualquer coisa dentro, doida. Já qualquer coisa doida. Dentro mexe…” . :-)
Marrakech, também conhecida como Cidade Vermelha, traz consigo a aridez do vermelho monocromático de suas construções que, se desfaz no frescor da bela arquitetura.
Contudo, ao transpor as muralhas que separam Ville Nouvelle (parte externa moderna) da Medina (parte antiga da cidade), você terá atravessado cerca de 1000 anos em alguns passos!!
Simplesmente mágico!
São ruazinhas, vielas e becos que se misturam ao comércio desordenado de produtos variados que te deixam um pouco confuso nos primeiros minutos. Logo seus olhos começam a se acostumar e o caos abre espaço à curiosidade e ao encantamento !
Foi por tudo isso que eu decidi me hospedar dentro da Medina. Claro! Queria viver o Marrocos com intensidade!
E foi aí que encontrei um dos melhores hostels que já estive na vida Layla Rouge. Fantástico!

Hostel Layla Rouge - Marrocos - Marrakech
É um hostel tipo Riadcasas típicas marroquinas localizado a menos de 5 minutos a pé do principal ponto da Medina, Praça Jemma el Fna, onde tudo acontece!.

Praça Jemma el Fna - Marrakech - Marrocos
Ali você se sente profundamente acolhido quando chega exausto de uma longa viagem e é recebido com um delicioso chá de menta ao som de músicas árabes em um lounge decorado no melhor estilo marroquino. E isso é só o começo!
O staff é extremamente gentil, mas quero deixar aqui o meu elogio ao Mohammed que é o rapaz que cuidadosamente faz o nosso maravilhoso e farto café da manhã e está sempre com um sorriso no rosto para te receber calorosamente a qualquer hora do dia! Realmente você cria vínculos com o lugar.
Eu optei por um quarto compartilhado misto com 8 pessoas e posso garantir que havia uma ducha melhor do que de muito hotel 5 estrelas que já estive! Era um espetáculo! Não sem motivo eu tomava 3 banhos por dia! :-)
Certamente não é o hostel mais barato de Marrakech, a diária saiu a 10 euros (algo em torno de R$ 26 por dia). Mas eu pagaria novamente, porque vale muito a pena e vamos combinar que R$ 26 ainda está uma pechincha, vai?

#Dicadeeconomia A reserva pode ser feita através do Hostelworld.com ou Hostelbookers.com, eu fiz pelo primeiro e foi super tranquilo, mas descobri que fazendo pelo Hostelbookers não há pagamento de tarifa de reserva e é igualmente idôneo…Portanto #ficaadica.

O que fazer no Marrocos – Marrakech:

Viagem a Marrakech em Marrocos

Viva intensamente aquele país!
Eu acho interessante visitar alguns pontos considerado turísticos, mas eu particularmente dediquei meu tempo às ruas, à medina, ao povo! E quer saber? Recomendo muito!
Antes de ir ao Marrocos, naturalmente visitei muitos blogs de viagem e pensei que quando fosse escrever meu texto, gostaria de ser original, porque todos eram muito parecidos na descrição e agora me encontro aqui sendo exatamente repetitiva… Porque de fato existe o tal choque cultural, a mistura de cheiros, cores e sensações e sem dúvida umas das melhores coisas que se tem a fazer é deixar-se perder nos Souks pela Medina. Os Souks são mercados populares que em Marrakech são bem segmentados. Lá está o maior Souk Berber do país.

Souks Marrocos Medina
Há souks de temperos e especiarias, artigos de bronze, tecidos, tapetes, bijouterias, vestimentas e mais alguns que devem ter passado em branco neste instante. Agora você pode imaginar tudo isso aglomerado em ruelas minúsculas, misturado a barraquinhas de frutas secas, a vendedores ambulantes de pães em bicicletas, o vai e vem de motos e pedestres? Caos? Claro que não! Aquilo exala cultura!
Delicie-se com o jogo de barganha… É real e necessário! Caso encante-se com algum objeto e te dêem um preço, pode sem medo (eu disse sem medo!) chutar menos da metade dele para levar. Não compre nada, nada por mais da metade do preço inicial. Você se sentirá lesado ao conversar com colegas que conseguiram um preço melhor que o seu,.
Marrocos - Medina - MarrakechUm exemplo clássico é o meu…!
Queria um narguile (lá se chama shisha), namorei algumas lojinhas até que eu achei um de tamanho e cores ideais. Pedi o preço e o senhor me deu 600 DIRHAMs como preço inicial (que equivale a R$180 reais mais ou menos), de cara chutei 300 e ele insistiu em 500, 450, 400 até que cedeu 300…Sai de lá achando que eu tinha feito O NEGÓCIO a la Berber, afinal paguei algo em torno de R$85 ou R$ 90 reais em um narguile grande!
Sensacional, considerando os preços aqui no Brasil.
A noite conversando com um argentino no Hostel, ele comprou um bem parecido por 180 DIRHAMs, ou seja, R$ 54,00 reais!!!! #morri
Por isso repito: Pechinche muitoooo!!!!
O que eu notei é que europeus e asiáticos são muito alheios ao povo local, passavam pelos souks observavam, mas não imergiam, sabe?
Eu, além de estar sozinha, sou apaixonada por gente. Então entrava nas lojinhas, era convidada para tomar o tradicional chá de menta da hospitalidade marroquina, passava alguns bons minutos conversando com muitos dos comerciantes. Claro que em alguns casos, sentia que o interesse em me dar informação não era apenas de boas vindas, nestes casos, migrava rapidinho. Mas em muitos casos os donos das tendas se esmeravam em falar sobre sua cultura, seus costumes e até sobre sua religião. Para mim foi uma experiência única.
Parecia que eu era muito íntima de tudo ali.
Até que conheci Abdu. Dono de 3 tendas no Souk Berber ao lado do Souk de Tapetes.
Vendedor extremamente gentil que convidou a mim, Pablo um colombiano e Annie uma norueguesa que eram meus room mates no hostel, para um almoço em sua casa!
Vocês podem imagina que incrível foi a experiência de entrar na casa de um marroquino, onde uma pequena portinhola dá vazão a uma palacete muito bem iluminado, decorado com ceramicas e que faz-se necessário tirar os sapatos para entrar.
Abdu nos apresenta a sua mãe que nos sauda : Salamaleco e eu no meu beabá arabe respondo: Alekum Salam… Yes! Acho que ali já tinha ganhado uns pontos.
A mulher começou falar mais um monte de coisas e logo minha cara de “ué?” surgiu! rs.
Fomos direcionados a uma sala que tinha sofás de solo com uma mesa central baixinha, sentamos em volta e logo surge Abdu com uma travessa de CuzCuz Marroquino (mais autêntico que isso ÍMPOSSÍVEL!), 1 copo d’agua e 4 colheres.
Ele começou a comer e nós 3 ficamos meio se saber o que fazer, estavamos esperando os pratos… Mas não! A tradição pede que comamos todos na mesma travessa! Ah tá!!! :-)
Mas eu tinha que cometer a minha gafe, claro! Sabe o tal copo d’agua? Também era compartilhado e eu sem noção nenhuma, dominei o copo, coloquei do meu lado e acho que deixei todo mundo passando sede, porque tomei o copo todo! hahahhaha. Descobri só depois que eu tinha sido extremamente mal educada! Acontece…com alguns mais! rs.
Depois de toda esta cerimônia, Abdu agradeceu nossa companhia e se despediu. Simples assim! Coisas da amabilidade marroquina!
Além dos Souks, a Praça Jemma el Fna é outro, se não o mais importante ponto turístico da cidade. Reconhecida como a praça mais movimentada da África, você pode imaginar a quantidade de vida e atividades que acontecem por ali.


O visual diurno e noturno são completamente diferentes, portanto vale a visita nos dois turnos. Como eu estava hospedada a menos de 5 minutos de caminhada, Jemma el Fna era meu ponto de referência para chegar ao hostel durante o dia e meu destino certo durante a noite.
De dia você tem a oportunidade de entender melhor a dinâmica da praça. Onde estão os encantadores de serpentes, os vendedores de dentes e dentaduras, os mágicos, as senhoras que fazem tatuagem de henna, as barraquinhas de frutas secas, as barraquinhas dos deliciosos sucos de laranja…

Tatuagem de Henna - Marrocos - Marrakech

Tudo isso agregado ao movimento insano de moradores locais que desviam dos turistas abobalhados com o movimento do comércio, das motos e pedestres.
Ali. também, você pode observar um pouco dos costumes locais. As mulheres quase em sua totalidade estão protegidas da cabeça aos pés, mas em Marrakech a burca não é maioria, embora comum, os véus coloridos sim.
Ah! Não se preocupem tanto com o quesito vestimenta em Marrakech, que por ser um destino comercial turistico até que convivem bem com as turistas mais modernas que resolvem “expor a figura”! :-)
A noite os espaços são ocupados milimetricamente, parece que você está em algum show. É dificil a locomoção. Ainda há alguns artistas, ambulantes, mas já não com tanta intensidade, os holofotes se voltam às barracas de comidas típicas, ali você vai encontrar: cuzcuz, tagine (que é um refogado de carne ou frango com muito legume), kafta e bastante carne de porco. Não é nada fácil encontrar uma cervejinha por ali., talvez impossível..Aliás eu achei que não tivesse. Mas vá até o tópico Noite em Marrakech que eu vou te contar onde está o mapa da mina! ;-)

Tagine Marroquino - Marrakech

#dicadeviagem para se ter uma foto incrível panorâmica da Praça Jemma el Fna vá até um restaurante chamdo El Gran Balcón du Café Glacier. É bem fácil identificá-lo pela localização privelegiada e pela fachada bastante chamativa. Suba as escadas e peça um chá, uma coca cola, qualquer coisa, somente para fazer valer as incríveis fotos que poderá obter daquele ponto! Se estiver sozinho, como no meu caso, conte com a boa vontade dos garçons! :-)

Outra coisa que eu acho que vale bem a pena que vocês provem é o Hamman, famoso banho marroquino, que segue a linha do banho turco, realizado em casas de banho separadas por sexo e disponíveis pelas ruas da medina. Não há qualquer conotação sexual para a prática!, o que é bem importante ser esclarecido. O objetivo é relaxar!
Bem…Aqui preciso ser sincera e dizer que se você quer uma experiência tipo 1001 noites, busque um Hamman voltado para turistas, ouvi boas recomendações a respeito do Les Bains de Marrakech, agora se vocês querem mais uma experiência antropológica, um hamman típico pode atender bem. Como vocês sabem meu estilo é mais roots e eu fui pedir a indicação de um hamman para a moça que arrumava os quartos do hostel, resultado: fui no mais tradicional possível!
Porém… Não era exatamente aquilo que eu esperava para um período de férias. hahahhaha
Uma marroquina ate que simpática só fazia mímica, porque não falava uma palavra em inglês e eu só sorria porque não falava árabe. O fato é que eu fui parar em uma sauna azulejada sem qualquer luxo, tomei um banho de balde, fui esfregada até parte da minha derme se desfazer, meu cabelo foi penteado a la Mulher das Cavernas, a massagem que eu também pedi, me pareceu mais uma sessão de tortura já que ela escolheu os pontos mais problemáticos do meu corpo para desopilar…
Mas o fato é que ainda com tudo isso eu sai super relaxada! Acho que descobri algum aveia masoquista em mim… hahahah
Mas vai por mim: Busque um hamman turístico para se ter uma experiência menos traumática.
Mesquitas seriam passeios imperdíveis se mulheres de qualquer religião pudessem frequentá-las, especialmente, quando falamos da Mesquita da Koutoubia que é a mais significativa de Marrakech. Mas esta prática anão é permitida! :-(
Há alguns outros pontos de interesse turístico, mas que não foram os meus: Jardim Majorelle, jardim inspirador de Yves Saint Laurent, Menara, Palacio Bahia, Museu de Fotografia. Se você tiver um tempinho vale a visita!

Noite no Marrocos – Marrakech:

Noite e Marrocos - Marrakech

Se tem uma coisa que eu ADORO é ser surpreendida e neste quesito Marrakech me deixou boquiaberta. Bares e baladas de verdade!
Já estava lá há 4 dias e minha garganta implorava um gole de cerveja. (É! Bebida alcóolica é difícil de achar).
Foi aí que eu resolvi arriscar e pedir uma dica ao querido Mohammed do Hostel Layla Rouge e ele tentou me falar o nome do bairro, mas confesso que só descobri o nome correto quando eu joguei no Google aqui no Brasil: Gueliz é o nome do bairro boemio de Marrakech.

Hostel em MarrocosNa verdade, se você jogar no Google antes de conhecer o bairro não terá este tipo de informação (rá! estamos na frente! :-) ), mas sim que é um bairro mais moderno e reduto hoteleiro de Marrakech. Mas na averdade é lá que estão os bares, restaurantes e danceterias! Sim, danceterias!
Passei por uma que tocava : “ Tche tche re tche Gustavo Lima e você! “…De verdade!
Insano imaginar isso num país onde o dia é coberto pelo véu da religião.
Mas insano, mesmo, é conhecer um pouco da vida boemia dos marroquinos. Eles dão um baile no quesito “se joga” em muito brasileiro.
Fui parar em um pub (desculpem-me, mas não vou me lembrar do nome) onde fui recebida com cerveja, narguile e música árabe, egípcia e argélia! Muito bacana!
De repente as meninas enlouquecidas com micro vestidos, sobem no balcão e começam a ensaiar com todo sensulismo movimentos de dança do ventre! Bebiam enlouquecidas, dançavam e os homens olhavam, mas não as tocavam.
Eu achei aquilo surreal, afinal como um país onde é proibido o contato físico mais íntimo, como por exemplo, um beijo na boca em público, parece tão natural (ou não, porque o pub era meio a parte B do restaurante) aquela festa toda?
Eu me diverti só de observar e principalmente por mais uma vez me ver surpresa diante das infinitas nuances que o Marrocos me apresentava. Era a cereja do bolo!
Em Gueliz há bares com som ambiente e na maioria das vezes música local, restaurantes para quem quer somente conhecer um pouco da Marrakech moderna e fora da Medina e baladonas que tocam músicas internacionais, incluindo ritmos brasileiros. Uma loucura!
Tenham somente uma coisa em mente: taxistas não falam inglês, portanto estejam preparados para estes contratempos, eu não estava… E isso rende um post extra! hahaha

Localização:


Exibir mapa ampliado

70 Comentários

  1. Que post massa! Ando louca para ir ao Marrocos e tinha dúvidas se seria legal ir sozinha. Pronto, li e decidi. Vou pra lá!

    • Cynthia,
      Sou suspeita, mas é um dos lugares que tenho a certeza que voltarei! :-)
      Se viajar sozinha para você não é um problema, certamente lá será menor, porque o povo é muito receptivo!

      Depois volta aqui para contar como foi! :-)

      Bjs

      • Conto, sim, Lidiane. Pra mim, viajar sozinha não é problema, é solução (eu descanso e relaxo muito mais qdo viajo só d que qdo viajo acompanhada…). Abs

    • Sou estudante de turismo e estou fazendo um trabalho sobre Marrocos e como vc, desde menina ouvindo a música de Caetano me despertou a curiosidade sobre esta cidade,MARRAKECH,além do país com suas tradições e rituais religiosos.
      Foi uma grande contribuição achar este blog com estas informa ções e dicas maravilhosas e estimulantes q convidam para esta viagem.
      Muito obrigada.
      Grace

  2. Adorei! Já estou louca para conhecer Marrocos! Bjao

  3. Oi, Lidianee Gabi. Tudo bem? :)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.

    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

  4. Lidiane, excelente seu post!! Tô invejosa da sua coragem!Parabéns!Bjsss

  5. Boa tarde =DD

    Nossa adorei tudo o que você postou, já estava interessada em ir, e agora estou mais ainda.

    Gostaria de saber se você teve algum problema quanto a barreira de imigração de Marrocos? Foi tranquilo a entrada? Eles pedem mais alguma coisa além do passaporte?

    Estou com passagens compradas paea ir até Casablanca e gostaria de saber isso.

    Obrigada!

    Beijos!

    Emília Stancheri.

    • Oi Emília,

      Não se preocupe. A imigração é bem tranquila, mas não espere muita simpatia. O ingles deles tb não ajuda, então não se assuste se começarem a falar francês. rs . Eu disse que não falava frances e arriscaram um ingles que permitiu a comunicação. Vá tranquila e aproveite um dos países que, na minha opinião, é um dos mais incríveis do globo! :-)

  6. Boa tarde =DD

    Nossa adorei tudo o que você postou, já estava interessada em ir, e agora estou mais ainda.

    Gostaria de saber se você teve algum problema quanto a barreira de imigração de Marrocos? Foi tranquilo a entrada? Eles pedem mais alguma coisa além do passaporte?

    Estou com passagens compradas para ir até Casablanca e gostaria de saber isso.

    Obrigada!

    Beijos!

    Emília Stancheri.

  7. Oi, Lidiane! Tudo bem? Nossa, seu post foi uma rajada de esperança! Principalmente quanto à vida noturna e lugares pra tomar uma cervejinha! Não tinha achado na-da sobre isso, ainda! Estou indo com uma turma ver o jogo do Galo na decisão de mundial de clubes, sabe? Vamos ficar apenas 5 dias em Marrakesh e suas dicas foram valiosas! Vc fez o tal do passeio no Saara? Bj!

    • Oi Andrea,

      Eu AMEI Marrakesh e é bem diferente de tudo que se imagina, inclusive na parte conservadora. :-)
      Eu fiz o Saara sim e vale a experiencia, embora tenha sido MEGA CANSATIVO! Eu fiquei 6 dias entre Marrakesh e Saara.
      Talvez se v aperta um pouco seu timing. Dê tempo! :-)

      Abs

  8. Sensacional! Vou passar 7 dias em Marrakech em dezembro com minha namorada e alguns amigos e essas dicas com certeza vão nos ajudar pra caramba. Já estava empolgado pra viagem mas depois de ler o seu relato eu mal posso esperar pra chegar logo lá :D

    Aproveitei a dica e pesquisei os preços pro Layla Rouge mas pra data da minha viagem ele tá custando 13,50 euros por noite. Como tem outros mais baratos com boas reviews, vou pesquisar um pouco mais antes de reservar.

    Post muito bom, vou passar a acompanhar o blog :)

  9. oi Lidiane

    Adorei o seu post espero conseguir ir em breve.

    você conheceu (e comeu) bolo marroquino, tem alguma receita, porque tenho que fazer um para a festa na escola de meu filho, que estarão representando o Marrocos, com danças e comidas típicas.
    Parabéns

  10. Olá Lidiane, estou indo para Marrakesch em dezembro ver o galão da massa, com relação a alimentação a comida é muito diferente da nossa ? Qual prato típico do país você aconselharia ?
    Obrigado

    • Oi Daniel,

      Eu AMEI o Cuzcuz marroquino.
      Mas o Tagine é um dos pratos mais simbólicos. É uma espéie de ensopado que pode ser de carne ou d efrango.
      Eles comem muito legume!!!
      Mas o melhor de tudo é um pão redondo ( parece pão sírio, só que mais robusto) vendido na Medina por uma mulher na bicicleta…Procure e se acabe! ;-)

  11. Adorei o seu post. Parabens pela clareza de expressão.

  12. Pelos comentários acima, a torcida do Atlético está invadindo o seu blog a procura de informações sobre Marrakech. E acredito que todos ficaram satisfeitos com o que encontraram. É uma grata surpresa a qualidade de seu post. Parabéns.

    Eu também sou um destes atleticanos que irei conhecer a cidade em dezembro deste ano. Por aqui se houve muitos comentários com relação ao tratamento dado às mulheres e também à necessidade de vestimenta diferenciada, tipo camisas de manga compridas e que sejam longas e cubram, como dizia o Mussum, o “forevis”. Como estou indo com uma filha adolescente, estou um pouco preocupado com este quesito. Portanto, gostaria de sua opinião. Tenho razão para me preocupar? O que seria adequado para uma mulher turista vestir em Marrakech?

    Mais uma vez, Parabéns,

    abs

    • Oi Dalton,

      Muito obrigada!
      Marrakech é muito turística e embora a questão religiosa seja seguida pelos habitantes, eles estão bastante acostumados com gente de todo o mundo.
      Eu vi mulheres usando short, saia, regatas…Não vi muita preocupação com este tema.
      Eu preferi ser mais discreta por uma questão de respeito e porque o assédio é descarado ao sexo feminino. Apenas 1 dia eu resolvi sair de short e voltei ao hostel para me trocar, porque fui sumariamente assediada (o que para auto estima é ótimo hahahaha, mas para uma viajante sozinha em pais estranho, não). rs
      Assim, eu acho que val ea pena ser um pouco conservador, mas não se descabelar com este tema. Para homens é muito tranquilo…
      Bermudas, calças e camisetas. Para mulheres, algo que não seja muito tropical já atende bem! rs.

      Faça uma linda viagem!!!!

      Abs

    • olá Dalton, fui em uma feira aqui em BH e em uma barraca marroquina tirei algumas duvidas como segurança e mulheres , é bem tranquilo pelas informaçoes e fiquei com mais vontade ainda de ir ,qual o seu roteiro , estou indo com minha esposa , vou ficar 3 dias em Madri entes de ver o galao da massa,

      • Danilo, também andei pesquisando e vi que os que pintam uma Marrakech extremamente perigosa são aqueles que nunca foram até lá. Já os que foram possuem opinião diferente. É lógico que todo cuidado é pouco, mas em se tratando de segurança, tem me parecido que é um local mais receptivo ao turista do que muitas capitais brasileiras.

        Quanto ao roteiro, não vou por Madrid, e sim por Barcelona

  13. Oi Lidiane,
    adorei as suas dicas. Eu e meu namorado vamos ao Marrocos em janeiro, mas estou meio apreensiva pois ouvi dizer que alguns hotéis não permitem que casais de namorados fiquem juntos no mesmo quarto. Sabe me dizer algo sobre isso?

    Obrigada.

    Ana

    • Oi Ana,

      Eu não tenho esta info. Mas vs não podem dizer que são casados? Rs
      Não sei! Uma ideia apenas.
      Mas como disse Marrakech esta mto acostumado com turistas, nao creio que haverá problemas.Se eu nao me engano o Layla Rouge, Hostel onde fiquei, deve ter quartos individuais. Lá eu tenho certeza que não haverá problemas e o ambiente é formidável!
      Vai ser uma viagem inesquecível! Carregue esta certeza! :)
      Bjs

    • Acredito que não. Converso com um marroquino no what´s up e ele disse que só comprovando que são casados. Too bad!

  14. Olá!

    parabéns pelas dicas, informações. São muito úteis.

    Quanto ao bairro da boemia, danceterias, o preço é legal, entradas, bebidas e qual a dica pra se locomover na cidade taxi ou pode ser por transporte publico. Nestes locais comentados em seu post eles são distantes uns dos outros, dá pra ir a locais bacanas a pé? obrigado!

    • Dimas,

      Da Praça principal caminhando fica cerca de 30 minutos. De taxi uns 5. Vale a pena pegar um taxi. Eu gostoso caminhar e explorar e como não tinha pressa, fui de “taxisola” ;). Chegando a ete bairro é como no Brasil, um bar ao lado do outro. Não tem erro. É olhar e gostar do lugar! Os valores são baixos, mas ainda mais onerosos que o trivial do país. Mas a balada é forte! Prepare-se! ;)

  15. Parabéns e obrigada pelas dicas !
    Pessoal ,estou indo com minha esposa ver o galo em dezembro , alguem ai quer passar o e-mail pra combinarmos algo juntos , vcs falam frances ?
    antes vou fucar 3 dias em Madri , alguem tem esse roteiro?
    abraços atleticanos … to em Contagem MG

  16. lidiane , obrigado pelas dicas ! irei com minha esposa ver o galo em dezembro , ficarei antes 3 dias em Madri , tem alguel ai que ira fazer o mesmo roteiro ?
    Contagem – MG

  17. Boa Lidiane,
    vou a marrocos em dezembro acompanhar o meu GALO !! vou ficar dos dias 17 a 23 em Marrakesh, gostaria de fazer os passeios para o vale OURIKA e para ESSAOUIRA, em média quanto custa estes passeios ? se tiver que escolher um dos dois qual seria ?
    Vou fazer um passeio de bike nos trajetos AGAIOUAR/OURIKA ou VAL TIGZIT TO THE LAKE TAKERKOUSTE, você conhece este lugares ? qual o mais bonito ?
    obrigado
    Daniel

    • Daniel,

      Infelizmente não fiz estes passeios, fui somente até o Deserto do Saara. Não posso opinar! :-(
      Mas dizem que Essaouira é bem lindo e seria minha opção seu eu tivesse mais tempo. Além de Fes, que fica bem mais longe! ;-)
      Boa viagem e desfrute um dos países mais sensacionais e exóticos do mundo!

  18. Olá, adorei suas informações me ajudou muito.
    Vamos em dezembro (ver o Galão da Massa tambem… rsrssr)
    Gostaria de saber se vc sabe como é o tempo nessa época do ano? Dicas de passeios no deserto??
    Obrigada.

    • Christiane,

      No post eu contei como eu negociei o meu. Vá atéo hostel Layla Rouge e peçca informação.
      Eu acho que o passeio em si não varia muito, os valores, com certeza!

      Abs,

      Lidiane

  19. Ótimo post Lidiane. Estou indo para Marrocos em dezembro para o Mundial de Clubes da Fifa. Vc sabe me informar sobre a segurança dos Riads na Medina. Estou olhando um para ficar e levarei comigo minha camera e notebook. Queria saber se tem perigo de roubo. Estou olhando locais bem avaliados no Trip Advisor. Parabens pelo post.

    • Daniel,

      Não posso ser muito categórica, mas eu fiquei em hostel, quarto compartilhado e não tive nenhum problema.
      Nas ruas tb me senti bem a vontade…Bem mais que aqui no Brasil. rs
      Os riads são a melhor opção… Hospedar-se na Medina é um dos melhores jeitos de se viver a cultura marroquina! Super recomendo!

  20. Olá Lidiane,
    Também sou mais um dos milhares de atleticanos que vão invadir Marrakesh em Dezembro, aliás, pela proporção de comentários no seu post temo que a cidade fique pequena para nós, rrsars. Mas diz uma coisa, os pratos típicos de marrocos não são muito condimentados?
    Parabéns pelo post.

    • Guy Humberto,

      Eu estou adorando esta idéia da final do campeonato ser lá…
      Está oferecendo uma oportunidade ímpar dos Atleticanos conhecerem um dos destinos mais exóticos (e bacanas!) do mundo!
      Vou ser beeeeem sincera qto aos pratos típicos: Gostei. Mas não fiquei apaixonada, sabe?
      O Cuzcuz Marroquino sim é uma delícia! Os Tajines depende bastante…Agora o pão que é vendido na Medina por uma mulher de bicicleta é SENSACIONAL!!!!!
      Certamente vs toparão com ela.
      Não se assuste, ela vai pegar o pão com a mão e te entregar assim tb..
      Mas é cultural…Acho que estas questões de higine são bem particulares no Brasil , já que na Argentina (vizinha nossa) tb tem este tipo de prática.
      É rezar e entregar para Alá! ;-)

      Boa viagem e volte aqui para contar sobre suas impressões.

      Abs.

      Lidiane

      • Olá Lidiane,
        Grato pelo retorno. Assim como vc estou procurando o maior número possível de informações sobre o Marrocos, e suas dicas foram as melhores até então. Realmente a torcida do Galo está se mobilizando em peso para este campeonato só na minha cidade Viçosa/MG que term cerca de 70.000hab existem dois grupos de aprox. 50 pessoas com passagem e ingressos já comprados. A questão da alimentação que lhe perguntei é porque mudar demais o tipo de alimentação de uma hora para outra pode trazer problemas, se é que vc me entende, rsrsrsrs. E passar uma semana comendo hamburguer do MC’DONALDS ninguém merece. Outro detalhe é com relação à cerveja, pois somos brasileiros, apaixonados por mulher(não no sentido pejorativo ok?, no meu caso por exemplo apaixonado pela minha), futebol e cerveja(necessariamente nesta ordem)e o consumo lá pelo que vc explicou não é proibido, mas restrito, principalmente em público. No bairro que vc se referiu, GUELIZ se não me engano, os bares funcionam normalmente de dia ou somente à noite? Vendem bebida alcóolica para se sentar em mesas do lado de fora ou somente na parte interna? Quasis cervejas vc encontrou lá? Dá alguma dica?
        Desculpe a extensão do comentário, mas como disse no início achei suas colocações mais lúcidas até então.
        Um abraço

        • Guy,

          V. já ta uamentando o nível de dificuldade das perguntas…hahahha…Tipo nível hard! ;-)
          Coincidentemente (ou não) consumi bebidas só no interior dos estabelecimentos, mas não vou lembrar que cerveja tomei, não! hahhaaha
          Mas Gueliz é um bairro bem boemio, v. não terá dificuldade para encontrar o Oásis em meios ao Deserto! ;-)

          • Lidiane,
            Grato mais uma vez pela atenção. Espero que não se importe mas divulguei seu post em uma comunidade de atleticanos que vão ao Marrocos, conforme já havia dito achei suas as melhores informações até agora. Tenha certeza que passo aqui para contar um pouco da nossa “epopéia”.
            Um abraço

          • Claro que não! Afinal é este nosso intuito. Espero que possa judá-los tb. ;-)

  21. oi Lidiane Spinola bom dia ,Adorei o seu post. Parabens pela clareza de expressão.

    meu nome e hamid eu sou do deserto do saara merzouga eu trabalho com torismo tb aca em deserto , eu ja fue para brasil 4 veses fice 2 anos la no rio de janeiro agora volte para marrocos eu falo portuges bem e gustria se gente puede trablhar juntos como guia de portuges e motorista eu tem toyota prado 4×4 para viagens que sabe gente puede trablhar junto ta muito obrigada bom dia para vc .

    hamid

    [email protected]

    00212668896425

  22. Opa, blog muito bacana, parabéns.

    Vou para Marrocos também em dezembro por causa do mundial, e vou sozinho. No meu pacote irão parar 2 dias em Istambul, gostaria de saber se alguém daqui conhece ou sugere alguma coisa para ser feita por lá durante este tempo.

    Obrigado e abraços.

    • Olá, Diego!
      2 dias em Istambul dá pra ver muita coisa. Visite a mesquita azul (na qual pode-se entrar), HAgia Sofia ,cisterna Basílica , palácio Topkapi: ficam perto, dá pra ir a pé. O mercado de especiarias e o Gran Bazar ficam mais afastados, mas da pra pegar uns ^trens de supercicie^baratos que chegam lá. Baixe o guia do tripadvisor para celular, me ajudou bastante!

      Saudações atleticanas!!

  23. Boa Noite Lidiane!
    Ótimo post, parabéns!
    Também vou ao Marrocos ver o Galo rs
    Obrigada pelas dicas!

  24. Muito bacana suas dicas! Realmente até agora é o melhor post sobre Marrakech.

    Moro na Alemanha e estou partindo de Frankfurt. Conheço outras pessoas que também estão indo pra Marrocos partindo de outras cidades da Europa. A quem também estiver indo: bem provável você encontrará Atleticanos no aeroporto! : )

    Suas dicas me serão muito úteis! Muito Obrigado.

    Romero Bicalho.

  25. Parabens Lidiane!!!

    Adorei as dicas…

    Moro em Portugal e tambem vou ver o galao da massa

  26. Lidiane, obrigado mais uma vez pelas dicas ! Estarei em Marrakech em dee3mbro ver o Galo vale apena ir a Cordilheira de Atlas , Quarzazate e ver Ait Ben Haddou , é muito longe, qunato tempo mais ou menos , não irei ao deserto , somente até a cordilheira!
    Estou tentando aprender um pouco de Frances , seria melhor o frances mesmo ou o ingles , talvez espanhol , o que sugere !

    pessoal , estou em BH, tem alguem ai que queira trocar mensagem , vou ate Madri e de lá Marrakech ,
    abraços a todos atleticanos e vamos que vamos !

    • Olá, Lidiane
      Olá, Danilo

      As informações deste blog são ótimas. Obrigada por compartilhá-las.

      Quanto aos atleticanos, precisamos marcar um local para nos reunirmos. Vamos tomar o tal suco de laranja, que todos dizem ser ótimo. Depois procuramos a cerveja.
      Estamos indo eu e meu marido super atleticano. Vamos que vamos!

  27. Viagens em marrocos oferece uma grande variedade de passeios marroquino incluindo passeios culturais, Desert Tours , Mountain Tours, Praia Tours excursaoes no deserto do saara . toure cidades imperiais e ait ben haddou, , deserto saara, dicas de viagem, gorge du dades, gorge du todra, marrakech passeio, marrakesh passeio, marraquexe passeio, marrocos, merzouga, morocco, o que fazer marrakech, o que fazer marrakesh, o que fazer marraquexe, o que fazer marrocos, ouarzazate, passeio deserto, passeio saara, roteiro marrocos, viagem deserto, viagem marrocos muito mais . o passeio de ônibus lotado e vêm ter um diferente aventura em seu lugar. Viagens-em-marrocos.com, um familiar empresa de transporte convida você a explorar e experimentar Marrocos em um de nossos veículos 4×4.para mais informacoes contata-nos http://www.viagens-em-marrocos.com

  28. boa tarde lidiane ..em dezembro vou para tanger em marrocoa,quero saber se e tranquilo..qual a moeda eu levo..o dolar ou euro…obrigada bs

  29. Siamo un’agenzia di viaggio a marrakech .

  30. Olá, no post acima você disse que encontrou carne de porco? Vistei Marrocos em 2012, e não encontrei carne de porco por lá, mesmo pq muçulmanos não consomem porco, encontrei sim muita (e adoro) carne de carneiro. Marrocos é incrível!!!!

  31. Amei seu post, vejo que já tem algum tempo. Estou com muita vontade de conhecer o Marrocos! Você gastou muito? Sabe a média do valor gasto??

    • Gleise…Cerca de uns 3000 para 10 dias! Acho que um valor bom, não? ( fora as passagens!)

      • Quer viajar bem e com segurança, e com preços bons,
        contrate a agência http://www.viagemmarrocos.com já viagei com esta equipe, são fantásicos, fazem roteiros ao deserto com noite em tendas beberes e passeio de camelos, com vista aos povos e muito mais, com preços ótimos,

  32. Pior experiencia de toda minha Vida. Fiquei no Eden andalon 5 estrelas eu meu marido fomos hostilizados com empuroes e palavras ofencivas dentro do hotel por dar ums beijos na boca. Empregados mal humorados, quarto federento a merda. Tive diarreia e tivemos k pegar taxi pois não tinha nem paracetamol na loja do hotel. Nossa so Deus sabe foi o pior ferias de toda minha vida. Por favor não va pra esse hotel Eden Andalou

  33. Gostei muito das suas informações ! Tenho vontade de conhecer o marrocos, mas gostaria de ir a Agadir e a Taradount, porque tenho uns amigos lá… estou planejando ir com minha filha, mas tenho muitas dúvidas! Será que pode me ajudar° Uma delas é, você fez um pacote só com as passagens aereas°

  34. Viajei com minha esposa, no início de Julho, para o Marrocos e contratamos MaroccoEscursioni.com um tour de 3 dias saindo de Fes com destino a Marrakech. O Tour é imperdível, pois além de ter uma experiência de andar com dromedários no Sahara e dormir no estilo “Bérbere”, entre as dunas do deserto é alucinante, sem falar da ótima comida servida no acampamento (uma das melhores da viagem)! Além disso conhecemos muitas cidades desse trajeto, sendo possível somente com veículo alugado ou com um tour como esse.
    O Mohamed é muito atencioso além de ser um ótimo guia de turismo, com muito conhecimento sobre seu país.
    Esse passeio superou nossas expectativas e indicamos a todas as pessoas que forem visitar esse fascinante país !!!

  35. Fui ao Marrocos no final de Abril.Contratei o pessoal da agencia Marvelous Morocco Tours do Marrocos. Tudo correu perfeitamente. Contratamos um tour privado para nossa viagem ao Marrocos. Tivemos uma assessoria durante toda viagem. Um dia todo passeando por Marrakesh com um guia exclusivo. O passeio pelo deserto foi maravilhoso. Podem confiar no trabalho do Iddir, eles preparam tudo, desde os translados do aeroporte, hospedagem e até os melhores lugares para compras. No Hotel em Dades fomos recebidos com um grupo folclorico cantando e dançando para os novos hospedes. Uma surpresa nova a cada dia. Nós indicamos Iddir e ( marvelous-moroccotours.com ) para quem deseja uma viagem perfeita!

  36. bem-vindo em nossas viagens para Marrocos para descobrir os melhores destaques do Sul de Marrocos: as belas montanhas do Atlas, oásis coberto com exuberantes palmeiras, Kasbahs séculos de idade, aldeias berberes adobe, uma paisagem selvagem de desfiladeiros profundos, e o deserto do Saara com suas dunas de areia Mas info : http://www.MaroccoEscursioni.com
    Email: [email protected]

  37. oie, estou indo passar o Ano Novo em Marrocos. Marrakech, Rabat, Fez e outra que não lembro agora. Adorei as dicas. Quero fazer umas comprinhas em peças de couro , o que vc me sugere?? Sandra Mascarenhas

  38. Olá…td bem?Li seu artigo sobre Marrocos e estou com uma d[uvida qto ao trajeto. Tb farei Espanha e Marrocos (marrackech), porém nao sei se saio do Br-MArrocos e de lá ESpanha ou vice versa.O que vc acha??
    obrigada!!

  39. Oi Lidiane! Vou pra Marrakech no começo do ano que vem, gostaria de tirar umas dúvidas. Você tem algum meio de contato para conversarmos? Email, Facebook, qualquer meio de comunicação.

  40. Oi Lidiane! Tudo bem? Vou pra Marrakech no começo do ano que vem, gostaria de tirar umas dúvidas. Você tem algum meio de contato para conversarmos? Email, Facebook, qualquer meio de comunicação.

  41. aeeeeeeeeee
    por favor
    EU PRECISO IR A MARROCOS
    precisamente a cidade de rissani
    mas por favor me ajudem com muitas dicas de passagem aereas saindo do brasil
    onde tem promocoes, ou se vou para outro pais ai sim deste para marrocos….
    por favor eu lhes peço…..
    me ajudemmmmmmmmmmmmmm
    alguma carona de santa catarina para o melhor lugar onde pegar voo para o marrocos
    MEU EMAIL
    [email protected]

  42. Gente preciso tirar uma duvida urgente.
    Vou para a Espanha e as passagens estão super caras mas encontrei uma empresa aerea que o preço das passagens está mais em conta, mas essa empresas é do Marrocos. no caso eu faria um voo com escala no Marrocos e de la eu iria à Espanha. Eu queria perguntar como funciona o passaporte brasileiro desembarcando de um aviao que saiu do Marroco. O setor de imigração tem restrições? implicam?… É que com essa onda de imigração de alguns países para a Europa, os setores de imigração estão fiscalizando muito a entrada das pessoas nesse território e tenho receio de me barrarem. Alguem pode me ajudar? grato!!!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Desvendando a magia do Deserto do Saara - Marrocos - Viajando com pouco - [...] foi neste mood que eu programei minha viagem ao Marrocos, sempre com o pensamento fixo no Saara, claro! E …
  2. Madrid - Espanha - Viajando com pouco - [...] ajustar estes “detalhes”… hahaha. Ainda no meio de todo este despreparo, resolvo incluir Marrocos no roteiro! Loucura! Loucura! Loucura!É …

e você o que acha disso? Dalton

.