O Blog destinado a uma tribo com espírito aventureiro, que aprecia as estrelas do céu mais que as do hotel

.

Mendoza na Argentina – A diversidade da terra do Malbec

Mendoza na Argentina – A diversidade da terra do Malbec

Deliciosa! É assim que eu classifico Mendoza.
Esta cidade deveria ser passagem obrigatória a todos que visitam Argentina ou Chile. Sem dúvida é um dos destinos mais diversos que conheço. Você pode traçar um roteiro mega romântico como um roteiro super adventure!

Imagina um lugar que une sol, friozinho, Cordilheira do Andes, estação de esqui, trekking, rapel, termas, cavalgada, winebike, show de tango..ufa! É muita coisa para fazer!

Termas - Mendoza - Argentina

Mendoza merece ao menos 4 dias para que você possa curtir esta cidadezinha argentina graciosa e de ar europeu. É um daqueles destinos que a gente tem certeza que precisa voltar!

Como chegar a Mendoza?

Mendoza está a 1050 km de Buenos Aires e 360 km de Santiago. Assim, você tem a opção de ir de ônibus, carro ou avião. Optei por ônibus, claro! Economizar é meu lema! ;-)
Estava em Córdoba, Argentina estudando e juntamente com uma amiga australiana e um outro colega italiano , resolvemos aproveitar o chamado “feriado largo” argentino. A viagem levou cerca de 10 horas. Mas como escolhemosi viajar a noite, eu pelo menos, não me dei conta da possível cansativa estrada. Desmaiei! E como o onibus era semi leito, acordei já aos pés da Cordilheira dos Andes!

Cordilheira dos andes - Mendoza

Paguei algo como R$ 300 (trezentos reais) ida e volta em ônibus semi-leito. Concordo que não é um valor baixo. Mas observe abaixo, o valor de voos diretos do Brasil! A gente acaba se rendendo e , talvez, se ilundindo, que por estar no mesmo país vale e pena…Mas o fato é que valeu mesmooooo!

Por Santiago os preços são muito mais interessantes e aqui é a minha dica de economia!
As empresas rodoviárias que operam em Santiago são as mesmas que operam na Argentina CATA ou ANDESMAR. O preço da passagem ida e volta sai por volta de R$160 (cento e sessenta reais) e conta com mais ou menos 7 horas de viagem. Mas, ATENÇÃO: Tenha um plano B!!

Dependendo da quantidade de neve que tenha caído no dia anterior , os ônibus que operam o caminho para Santiago ficam impedidos de trafegar, portanto contem com dias a mais de hospedagem se optarem por este tipo de transporte!
É possível fazer o mesmo trajeto por via aérea pelas companhias LAN ou Aerolineas Argentinas por um bom preço: cerca de USD 140 (cento e quarenta dolares) ou R$280,00 (duzentos e oitenta reais) , considerando o pouco tempo que normalmente dispomos e o fator neve mencionado, talvez seja a melhor opção!

Já saindo de Buenos Aires, os valores ficam bem mais “salgados”. Em ônibus semi-leito sai algo em torno de R$ 400 (quatrocentos reais) ida e volta e de avião, algo em torno de USD 400 (quatrocentos dólares) ou R$ 800 (oitocentos reais).
E, finalmente, saindo de São Paulo (Aeroporto Internacional de Guarulhos) em vôo direto a Mendoza as passagens saem por volta de R$ 1.800 (mil e oitocentos reais!) . Uauuu! Roteiro e tema para um outro blog de viagem , certamente! ;-)

Assim, a melhor alternativa é esperar aquelas boas promoções de passagem para Santiago do Chile e de lá chegar até Mendoza! Até porque você usufruirá de dois (ótimos) destinos pelo precinho de apenas um! #ficaadica.

Onde ficar?

Mendoza conta com uma grande variedade de hotéis para bolsões e bolsinhos. O meu, como sempre, está na segunda opção e por este motivo escolhi o Hostel Internacional Campo Base. Como padrão dos Hostels da rede HI, o International está muito bem localizado no centro de Mendoza, próximo a Avenida San Martin.

O próprio Hostel oferece algumas opções de passeio e na maioria da vezes os preços são muito bons. Inclusive porque eles contam com alto fluxo de hóspedes e especialmente europeus, que nunca estão dispostos a serem explorados. Eles pesquisam muito e se acharem que o preço é abusivo , buscam outra opção. Sabendo disso, os hostels acabam praticando os melhores valores, invariavelmente.

Assim, acabei fechando todos os passeios por lá e acho que posso recomendar isso a vocês , considerando o raciocínio feito acima e a companhia de um italiano que me confirmpou a informação dada! ;-)
Paguei R$ 28,00 ( vinte e oito reais) a diária em quarto compartilhado por 4 pessoas, mas estávamos somente em 3. Ganhamos espaço.

O que fazer em Mendoza?

Como disse logo no comecinho do post Mendoza tem um leque de opções e você pode optar por passeios bem tranquilos ou por algo mais radical.
Eu busquei mesclar o diferente com o tradicional e acho que deu uma mistura bem bacana. Sai satisfeita com tudo que vi por lá!
Há muitas modalidades de visitas em vinícolas.Você pode optar por fazer excursões coletivas, privadas ou bikewine. Todas são bem proveitosas e cada uma em seu estilo . Eu , por desconhecer o esquema, acabei indo com uma van e várias titias e só depois descobri que poderia ter ido de bike, o que teria atendido muito mais meu estilo de vaigem.

Vinicolas - Mendoza - Argentina
Mas tudo bem, me diverti bastante, especialmente após as degustações de vinho onde o meu espanhol se misturava ao português, o espanhol da australiana ao ingles e o espanhol do italiano ao idioma igual…Uma verdadeira torre de babel e a gente já não entendi a o que um e outro falava, mas continuávamos em uma ótima sintonia! Aliás cada vez maior!
Conhecemos uma vinícola artesanal e outra industrial e depois fomos a uma industria artesanal de azeites. Tudo muito bem conservado. Lindo!
O passeio saiu por R$ 30 ( trinta reais) . Um preço bem bom! ;-) .
A noite optamos por conhecer um típico show de tango e fomos ao Restaurante Almacen para uma “Cena Tango”. O restaurante é muito bom!!!
Na verdade é super preparado para o turistão, mas eles sabem como receber bem o turista!
Na ocasião, ao chegar eles perguntavam seu nome e de que país era… Ao final do show de tango começaram a homenagear cada cliente com a música típica do pais , chamando um a um pelo nome e fazendo levantar para que todos aplaudissem! Muito divertido!

Eu era a única brasileira do local (por incrível que pareça) , a hora que colocaram o samba e eu levantei (colocaram o Brasil por ultimo), todo mundo levantou junto e começou a sambar…hahahaa. Foi demais!

A gente não pode ser modesto no quesito alegria..Eu acho que nosso sorriso e energia contagia de verdade!

Além deste detalhe, que para mim foi uma grande demonstração de preocupação com a hospitalidade e receptividade, a comida era muito boa e o show de tango o melhor que já vi! Melhor, inclusive, do que outro que tinha visto em Buenos Aires! Amei!
Bem…A conta veio proporcional a todo este requinte… R$ 150,00 (cento e cinquenta reais) por uma boa salada, um belo corte de carne , vinho direto da fonte de Mendoza e sobremesa, além do show! ;- )
Ok! O negócio era economizar nas refeições futuras!
Dia seguinte…Disposição total para subir a tão esperada Cordilheira dos Andes.
Genteee! Que emoção !

A paisagem era a coisa mais linda do mundo! Era aprimeira vez que eu via neve! ☺
E conforme subíamos, o frio aumentava e a paisagem ficava mais linda! Chegamos a Estação de Esqui Penitentes, cruzei o Vale de Uspallata até a Puente de los Incas a 2.720 metros de altitude !!!

Ponte dos incas - Mendoza - Argentina

Estação de esqui Penitentes - Mendoza

Eu senti uma imensa vontade chorar quando vi aquela formação rochosa , misturada as aguas termais. Era gelo com água quente e muita cor! Certamente a paisagem está na lista das coisas mais lindas que meus olhos já viram!
Infeliz ou felizmente havia muita neve e por conta disso não conseguimos prosseguir até o Parque Nacional do Aconcagua. ☹.
Ainda assim foi o passeio que mais me emocionou! Eu amei! Isso não teria preço para mim, mas para eles tinha: R$ 120,00 ( cento e vinte reais). Hahaha.

Parque nacional do Aconcagua

Tendo vivido somente estas experiências, já poderia ter ido embora feliz, mas acho que sou insaciável e quis aproveitar de um maravilhoso passeio a cavalo aos pés da Cordilheira em um belíssimo dia de sol por R$ 70,00 (setenta reais) e uma tarde dolce farniente na Plaza San Martin , acompanhada de um bom almoço em um restaurantezinho simples , mas não menos prazeroso regado ao excelente vinho da região.

Cavalgada - Mendoza - Argentina

Foi neste clima que deixei a região do Malbec! ;-)

Mapa da região de Mendoza:


Exibir mapa ampliado

35 Comentários

  1. Sem dúvida será um dos meus próximos destinos! Acho que não tem como não amar…
    Beijos.

  2. Caramba, esse post caiu como uma luva! Vou pra Mendoza em novembro e estava procurando em toda a parte o preço médio dos passeios e não achava! Nada como uma companheira tb econômica pra entender a outra… hehehe…
    Super obrigada, Lidiane!
    Bjs

  3. Lidiane, adorei as suas informações sobre a Argentina. Eu irei fazer um roteiro de 25 dias em dezembro/janeiro de 2013 iniciando em Ushuaia, El Calafate, El Chalten, Bariloche, Mendoza e Buenos Aires. Amei as dicas, até por que irei fazer a viagem bem baixo custo. Depois volto aqui para contar….Boa viagem sempre!!! Até mais.

    • Oi Martha,

      Espero mesmo que as dicas possam ajudar! E o que posso dizer é que a Argentina é apaixonante!

      Volte aqui para me contar (messsmo) este seu roteiro sensacional!
      A Patagonia está nos meus planos e eu vou precisar de muitas dicas! ;-)

      Certamente você terá uma longa e belíssima história para compartilhar!

      Boa viagem!

  4. Oi Lidiane,
    Neste poste vc menciona que ja foi para Cordoba. Estou indo para Cordoba no feriado do dia 15/11 e volto pra SP dia 18.
    Voce pode me dar algumas dicas?

    Obrigada.

  5. Olá Lidiane,
    Neste post você comenta que já esteve em Córdoba, você pode me dar algumas dicas?

    Estou indo para lá no feriado do dia 15/11.

    Obrigada.

    • Oi Mayara,

      Obrigada pelo contato!
      O que posso te dizer é que v vai se apaixonar!
      Eu demorei 3 meses para voltar a minha vida normal!rs. Simplesmente amei Cordoba!
      V.vai para estudar ou só a passeio?
      Diga-me o que quer saber e te falarei com o maior prazer!
      Se preferir me escrever é só mandar email para [email protected]
      Mas v me inspirou a escrever sobre aquele pedacinho “caliente” da Argentina! ;))
      Beijos

  6. Lidiane, estou indo pra Mendoza em junho e reservei esse mesmo hostel. Esse tour que vc fez foi para quais vinícolas? Vc fez tour e degustação? Será que se eu reservar a visita direto nas vinículas depois consigo o transporte no hostel? Obrigada!

  7. Olá, gostaria de saber quanto você gastou no total da viagem. Com passagens, hospedagem, alimentação, passeios, etc
    Obrigada =]

  8. Lidiane, vc fez essa viagem em que época do ano? Eu estou pensando em ir no início de julho, sei que vai estar beeeem frio. Alguns passeios devem ficar inviáveis por conta da neve, né? Vc tem informações sobre isso?
    Obrigada!! =)

    • Ana,

      Fui no final de Agosto e início de Setembro. Ainda peguei neve, mas a temperatura já estav amais amena, por volta de 10o.
      Penso que Julho é uma época mais fria. Eu mesmo não consegui chegar ao Aconcagua , porque houve uma tempestade de neve no dia anterior! :-( . Portanto corre-se este risco,sim.

  9. Olá, adorei o seu post, gostaria de informações sobre vôos de GRU para Mendoza, todos contam com escala em Buenos Aires? Há vôoes diretos?

    Obrigado

    • Oi Danilo,

      Há vôos diretos, sim. No entanto eles costuma ser bem mais caros!
      Vale a pena somente se v. tiver um período muito curto de viagem e uma graninha a mais! ;-)

      Abs

  10. Gostaria de contribuir, uma excelente dica é contratar pessoas especializadas para a visitação das vinicolas, pois eles conhecem todas e o custo é parecido com o aluguel de um carro, a dica é a Nossa Mendoza, site http://www.nossamendoza.com. é só falar com a Mariana que vcs vão adorar e aproveita e pede a ela pra ajudar com o cambio, aí vcs vão ver que vale a pena pois eles conseguem algo muito superior ao praticado pelas casas de cambio. Sem duvida vcs vão gostar.

  11. Acredito que posso colaborar com alguns viajantes, em Mendoza temos pessoas especializadas para as visitas nas vinícolas/bodegas, e tivemos o prazer de conhecer Mariana, da Nossa Mendoza, http://www.nossamendoza.com , e além de recomendar o trabalho profissional dela, quero contribuir com os viajantes e que peçam a ela ajuda com o cambio, pois conseguiu para nós taxas muito interessantes, e se vc adora uma empanada, não perca as do SEIBO, em frente a Praça Itália, tem uma de coelho e uma de entranhas que vcs vão adorar.
    E pra finalizar, cuidado com o peso das compras, tem hora que dá vontade de carregar todas as garrafas que não encontramos no Brasil, né?? O excesso de bagagem pode custar MUITO caro.
    E parabéns pelo espaço Lidiane, afinal todos precisamos de alguem que nos ajude com idéias e experiencias de viagem, um abraço.

  12. Olá, Lidiane!! Adorei as suas dicas!!
    Estou indo para Mendoza com minha mãe e irmão na próxima semana. Gostaria de saber quando você esteve por lá (o período) e mais umas dicas, se possível… Por exemplo, o passeio que você contratou, se você indica alguma empresa especifica. No passeio para a estação foi feita uma parada para aluguel de roupas e em torno de quanto, o valor?

    Obrigada por sua ajuda!!

    • Bom dia Raquel,
      acho que posso te ajudar, fiz com minha esposa o passeio pela alta montanha, e fizemos uma parada no meio do caminho e não alugamos roupas e botas e acessórios para esquiar, mas tinha neste local todos estes apetrechos, mas a dica que te dou é, faça um contato via email com a Mariana, da nossa mendoza, [email protected] e ela vai te ajudar a tomar a decisão correta, é uma pessoa sem igual, muito simpática e ainda por cima nos ajudou na questão docambio, trocando dólares por 7,20 pesos, ela com certeza vai te ajudar muito e te orientar sobre o que fazer, e boa viagem, vc vai adorar esse lugar, e não esquece de ir comer empanadas na CEIBO, em frente a praça itália, é divino.

  13. Lidi, este post vai me ajudar muuuuuuuuuuuuuuuito. Meu próximo destino.. Tks a bunch! Bjs

  14. Olá Lidiane,

    Primeiramente, parabéns pelo site…Suas dicas são excelentes!

    Você teria o nome das vinícolas que visitou e da fábrica de azeites? Sabe se os tours são feitos pelo próprio hostel ou eles revendem de alguma empresa de turismo? Pois já agendei o hotel e gostaria de saber se há como adquirir esses pacotes, mesmo não estando hospedada no hostel. :)

    Você sabe onde há casas de câmbio com bom preço em Mendoza, por favor?

    Muito obrigada!
    Bjs

    • Bom dia Milena,
      acho que posso te ajudar, fiz com minha esposa o passeio pelas vinícolas de Mendoza, foram seis, Catena Zapata, divina, Achaval Ferrer, imperdível, Mendel, um charme de atenção por parte da atendente, e Terrazaz de los Andes, muito bom, e almoçamos em duas delas, Ruca Malen e Dominios del Plata, que é a melhor em relação ao custo benefício, a Ruca Malen é ótima, mas o preço assusta muito 395 pesos por pessoa, mas a dica que te dou é, faça um contato via email com a Mariana, da nossa mendoza, [email protected] e ela vai te ajudar a tomar a decisão correta, é uma pessoa sem igual, muito simpática e ainda por cima nos ajudou na questão docambio, trocando dólares por 7,20 pesos, ela com certeza vai te ajudar muito e te orientar sobre o que fazer, e boa viagem, vc vai adorar esse lugar, e não esquece de ir comer empanadas na CEIBO, em frente a praça itália, é divino. Que vc tenha uma excelente viagem, como nós tivemos, e não se esquece de mandar um abração a Mariana e sua turma.

      • Oi Fernando,

        Muito obrigada pela contribuição… A intenção do blog é extatamente esta, que possamos intercambiar info e facilitar ainda mais a vida de todo snós viajantes.

        Abs.

        • Valeu Lidiane, que bom que vc comenta sobre as suas aventuras e permite aos outros a contribuição de cada um, com certeza cada um tem algo de diferente pra contar…obrigado e parabéns.

  15. Olá Lidiane,

    Adicionando seu blog em 3, 2, 1…

    Bjs

  16. Oi, Lidiane e Fernando, bom dia! Estou programando uma viagem para mendoza no mês de junho, mas me desanimei um pouco devido a alguns comentários relacionados a neve. isso porque estou indo com uma criança de 4 anos. Vocês podem me informar se no final de junho tem muita neve por lá, será essa viagem ele não vai gostar, pois estamos assisti Frozen quase todos os dias é normal, ele adora! E pensei, um pouco de neve ele vai amar. Vocês sabem se tem atrações para Crianças? Obrigada.as dicas foram ótima

    • Oi Sandra, indo até o Aconcágua vc vai achar um lugar muito bom para se divertir na neve, mas humilde, não espere encontrar uma estação de esqui requintada, mas serve para se divertir. Essa época que vc pretende ir com certeza deve ter muita neve e a diversão é garantida, e nesse trajeto há locais de aluguel de roupas e acessórios para a diversão. Nos comentários anteriores citei a Mariana da Nossa Mendoza, e acho que vale muito a pena pois sabe das coisas e é muito atenciosa, um abraço e se ainda puder ajudar me comunique, um abraço.

  17. Amei seu blog! Já está em meus favoritos!

  18. ESTIVE EM JUNHO EM MENDOZA E CONTACTE UM REMIS COM GUIA PARA FAZER O CAMINHO DE ALTA MONTANHA E DEPOIS FIZEMOS VÁRIAS BODEGAS, FOI MUITO AMÁVEL E CONHECE TODA A HISTÓRIA DE MENDOZA [email protected], muito recomendáve

  19. Quem procura um excelente guia / motorista em Mendoza, pode procurar a – DAMIAN ALMEIDA- [email protected] que não vai se arrepender. Absolutamente impecável em todo os sentidos.. Solicitei um roteiro personalizado nas vinícolas que eu queria e aconteceu tudo melhor que esperado! Damian tem muito bom gosto, é simpático, educado, enfim: TOP em todos os sentidos.. visitamos vinicolas impecavel almoçamos em lugares especialíssimos – . Pode ir de olhos fechados – Pessoa de confiança. Recomendo a todos!

  20. Olá adorei as dicas!!! Ouvi falar que a paisagem das viagens é muito bonita, como vou de onibus de buenos aires para mendoza, o que você acha melhor, uma passagem de dia ou noturno???

  21. que roupas levar para 6 dias em Mendonza em julho? um abraço Resposta por Email, por favor.b

  22. Olá, quanto em média você gastou com alimentação? Parabéns pelo post.

Trackbacks/Pingbacks

  1. dicas de turismo em mendoza argentina | Diário de Mochileiro - [...] 55. @voucontigo | excursão alta montaña leva turistas até os pés do aconcágua. | LINK 56. @voucontigo | …
  2. Córdoba na Argentina - Viajando com pouco - [...] Mendoza [...]
  3. Argentina - Mendoza | 105 dicas de turismo | Domingão de Twittadas - [...] 55. @voucontigo | excursão alta montaña leva turistas até os pés do aconcágua | LINK 56. @voucontigo | …

Comenta aeeee!

.